Conteúdo publicado há 24 dias

Ana Maria diz que precisava levar próprias panelas para programa na Record

Ana Maria Braga, 75, revelou que precisava levar de sua casa os utensílios de cozinha para o programa que comandava na Record.

O que aconteceu

Braga recordou o início de sua carreira na Record e a precariedade da produção. Durante entrevista ao podcast PodPah, a apresentadora destacou que o cenário era pintado para simular eletrodomésticos, como a geladeira, por exemplo.

Não tinha cozinha lá. Eu arrumei um balcão, embaixo coloquei um balde de água, atrás eles desenharam a geladeira, pintaram, fizeram cenário como se fosse um fogão atrás. Não tinha nada e eu trazia coisas de casa: não tinha panelas, não tinha garfo e começou a cozinha assim.
Ana Maria Braga

A apresentadora também contou que processou a Record após ter sido demitida sem justa causa. Ela explicou que recebia seu salário pontualmente, mas após realizar a cobrança, a relação entre ambas as partes desandou.

Falei: 'olha, estamos com esse negócio e estou precisando'. Aí ele falou: 'não vai dar e se não estiver satisfeita a porta da rua é a serventia da casa'. Aí eu levantei e disse 'é o seguinte: a gente tem programa segunda-feira, eu vou embora e não volto mais, mas se o senhor quiser, eu fico a semana que vem para o senhor encontrar uma pessoa para colocar no meu lugar'. Aí ele falou 'não precisa'. Eu sai e fui no advogado, montei uma causa contra a Record que ganhei 10 anos depois, porque juridicamente não tinha justificativa [para a dispensa], não era plausível.

Ana Maria Braga ficou na Record de 1993 a 1999. Na emissora, ela criou e lançou o programa Note e Anote. Posteriormente, ela foi para a Globo e desde então está no comando do Mais Você nas manhãs da emissora carioca.

Deixe seu comentário

Só para assinantes