Conteúdo publicado há 1 mês

Wanessa Camargo expulsa espectador de seu show em MG: 'Vai pra casa'

Wanessa Camargo, 41, pediu para seguranças retirarem uma pessoa da plateia de seu show na 8ª parada LGBTQIAPN+ de Frutal, interior de Minas Gerais.

O que aconteceu

A cantora interrompeu o próprio show e pediu para que uma pessoa, que estaria fazendo "gestos obscenos", fosse retirada do local. "Você não pode vir no show e fazer isso. Você está desrespeitando todo mundo que está aqui com amor, no dia do Orgulho, no dia que a gente está aqui celebrando. Não saia da sua casa se você não quer estar [aqui], não perca o seu tempo. Vai pra casa", disse ela.

Wanessa pediu à própria equipe para que cuidasse da situação. "Tira ele do show, por favor. Porque ele não quer estar aqui. Aqui é respeito. Eu respeito a comunidade há muitos anos. Se você não está a fim de estar aqui, vá para a sua casa. Não fica me xingando", disse, para um dos profissionais que a acompanhavam no palco.

Mais tarde, a artista se manifestou sobre o episódio nas redes sociais. "Situações desagradáveis são raras, mas às vezes acontecem. Eu já tive que lidar com isso em outros shows, desde o começo da minha carreira. Acho que todo artista passa por isso e a gente tem que ter muita sanidade para lidar, principalmente quando começa a atrapalhar o público que também está assistindo o show", falou, em story publicado no Instagram.

Ela justificou por que decidiu pela expulsão do espectador. "Hoje aconteceu uma situação desagradável. Uma pessoa foi no show e começou a fazer gestos obscenos, atrapalhando não só a mim, meus músicos e meus bailarinos, mas também as pessoas que estavam assistindo. Então, por isso, infelizmente eu tive que pedir para que essa pessoa fosse retirada do meu show para que a gente pudesse continuar fazendo uma festa de celebração de amor".

"Eu não aceito que em um lugar tão importante, que é a parada LGBTQIAPN+, a gente aceite esse tipo de ódio. Não cabe", frisou Wanessa. "Nos meus shows vai ser sempre assim, sempre foi assim. Eu não permito qualquer lugar diferente de amor, de alegria, de celebração. Não pode uma pessoa que não está bem atrapalhar toda uma galera que está ali conectada junto para celebrar".

Deixe seu comentário

Só para assinantes