Conteúdo publicado há 1 mês

Flagra e assassinato: tudo o que rolou na volta de 'A Casa do Dragão'

A segunda temporada de "A Casa do Dragão" estreou neste domingo (16) já com muita ação. Se perdeu? Entenda tudo o que aconteceu:

Alerta de spoiler!
Alerta de spoiler! Imagem: Arte UOL

O episódio começa com Jacaerys (Harry Collett) em Winterfell. O herdeiro de Rhaenyra foi enviado ao Norte para garantir o apoio dos Stark. Cregan Stark (Tom Taylor) apresenta a ele a Muralha e alerta: o que está além é uma ameaça tão grande que nem os dragões têm coragem da atravessar. Enquanto eles estão lá, chega a notícia de que Lucerys (Elliot Grihault) foi morto.

Em Dragonstone, Rhaenyra (Emma D'Arcy) está desaparecida há dias. Ela sumiu com o dragão Syrax depois de descobrir sobre a morte do filho. Enquanto isso, Daemon (Matt Smith) está inquieto e ansioso para atacar King's Landing. Rhaenys (Eve Best) tenta lembrá-lo de que ele não é rei, e sim um súdito da rainha.

Enquanto isso, em King's Landing...

Para a surpresa de ninguém, Aegon (Tom Glynn-Carney) não está se saindo muito bem no papel de rei. Ele humilha os membros do Pequeno Conselho e toma decisões questionáveis para tentar manter o apoio dos súditos. Como mão do rei, Otto Hightower (Rhys Ifans) tenta aconselhá-lo, mas o temperamento do rei dificulta as coisas. Larys Strong (Matthew Needham) vê nesse caos uma oportunidade de se aproximar de Aegon.

Tom Glynn-Carney é Aegon Targaryen II em 'A Casa do Dragão'
Tom Glynn-Carney é Aegon Targaryen II em 'A Casa do Dragão' Imagem: Divulgação

Alicent (Olivia Cooke) e Criston Cole (Fabien Frankel) vivem um affair secreto. Eles precisam esconder o caso porque, como comandante da guarda real, ele fez um voto de castidade. Alicent, religiosa fervorosa, também não se beneficiaria se o reino soubesse do romance. Ela mostra que não perdoou o filho Aemond (Ewan Mitchell) por matar Lucerys, e reclama com Otto que sua voz não é ouvida nas reuniões do Pequeno Conselho.

Continua após a publicidade

Helaena (Phia Saban) continua fazendo profecias — e sendo ignorada. Em uma cena, ela diz a Aegon que está com medo dos ratos. Guarde essa informação: ela vai ser importante mais tarde.

Medidas drásticas

Mysaria (Sonoya Mizuno) está viva. A personagem, que parecia ter morrido num incêndio orquestrado por Larys Strong, foi encontrada fugindo num navio e levada a Dragonstone. Lá, seu ex-amante Daemon ordena que ela seja tratada como prisioneira. No entanto, ela mostra que ainda tem informações relevantes para a guerra.

Sonoya Mizuno é Mysaria em 'A Casa do Dragão'
Sonoya Mizuno é Mysaria em 'A Casa do Dragão' Imagem: Divulgação

Rhaenyra encontra parte do corpo do dragão Arrax e uma roupa de Lucerys. Ela volta para Dragonstone com raiva e declara: ela quer Aemond morto. Depois de ver provas concretas de que o filho morreu, Rhaenyra também consegue viver o luto fazendo um funeral digno para o menino — e consolar Jacaerys, que até tenta fazer um relatório da missão, mas não aguenta e cai em lágrimas.

Daemon decide agir pelas costas de Rhaenyra e fazer justiça com as próprias mãos. Com informações de Mysaria, ele vai secretamente até King's Landing e localiza o exterminador de ratos do palácio. Ele contrata o exterminador e um assassino e dá uma ordem: eles devem se infiltrar no palácio e matar Aemond a qualquer custo.

Continua após a publicidade

Os dois assassinos, no entanto, não conseguem encontrar Aemond. Durante a busca, acabam encontrando o quarto da rainha Helaena. Então, decidem mudar os planos e matam Jaehaerys, filho dela com Aegon.

Em choque por ter presenciado o crime, Halaena procura a mãe. Ao entrar no quarto de Alicent, ela se depara com outra cena chocante: a mãe na cama com Criston Cole. O episódio termina com Halaena contando que o herdeiro do rei foi morto.

Deixe seu comentário

Só para assinantes