Conteúdo publicado há 1 mês

Xuxa fez exposed de Mallandro em filme, diz diretor: 'Coisas boas e ruins'

Xuxa Meneghel, 61, e Sérgio Mallandro, 68, voltam a contracenar juntos nas telonas 34 anos após o sucesso "Lua de Cristal" em "Mallandro: O Errado que Deu Certo". "Na hora ela topou, não pensou duas vezes", conta o diretor Marco Antonio de Carvalho, em entrevista para Splash, sobre o convite a Rainha dos Baixinhos.

Era uma vontade do Sérgio e da Xuxa trabalharem juntos, eles são amigos há muitos anos. Quando a gente teve essa oportunidade de juntar os dois, o Malandro ligou pra ela na mesma hora: 'Xuxa, vou fazer o meu filme e quero que você participe dele'.
Marco Antonio de Carvalho

"Coisas boas e ruins do Mallandro"

"Posso contar algumas coisas?": No filme de Sergio Mallandro, sobre a fase em que faliu, Xuxa participa como um anjo no momento em que ele crê ter morrido. Ela surpreendeu Sérgio e a equipe de direção do filme ao trazer histórias que o humorista aprontou na vida real para contracenar.

Tem um momento do filme que ela lê algumas coisas boas e ruins que o Malandro fez ao longo da vida dele e aquilo ela trouxe no dia, no improviso. Ela falou: "Marco, eu posso contar algumas coisas que as pessoas não sabem?"
Marco Antonio de Carvalho

Xuxa Meneghel fez participação especial no filme de Serginho Mallandro
Xuxa Meneghel fez participação especial no filme de Serginho Mallandro Imagem: Divulgação

"Tentou me beijar em Lua de Cristal": entre as histórias, Xuxa relembrou que o humorista tentou beijá-la nas gravações de "Lua de Cristal" quando só tinha que encostar em seus lábios. "Não estava no roteiro, eu fiquei sabendo no dia", confessa o diretor, aos risos.

Encontro de Xuxa e Serginho trará nostalgia para os fãs. "Pra mim, foi uma honra poder juntar dois ícones da TV brasileira. Desde 'Lua de Cristal' que eles não se encontravam em frente de uma câmera. Ainda tem uma pitada ali do Maria Maria, da Lua de Cristal."

Para Splash, Sérgio Mallandro não escondeu a alegria de ter contato com a participação de Xuxa em seu filme. "Xuxa é maravilhosa. Esse filme a gente improvisava muito e com a Xuxa também. Falei: 'Xuxa, fica à vontade. Falo isso e você fala o que você quiser'. Aí nasceu aquela coisa toda e todo o filme foi baseado no improviso."

"Não tenho o que esconder"

Sergio Mallandro ganhou um filme para contar como lidou com a falência na década de 90 após fazer muito sucesso. "Essa história desse filme foi baseada em cima do stand-up dele. As histórias que ele conta são 99% são reais. Ele tem muita história pra contar. A gente quis pegar uma parcela dessa história da vida dele", conta o diretor.

Continua após a publicidade

Marco Antonio de Carvalho, que conhecia o humorista de trabalhos no Multishow, detalha que o longa não possui cortes do que poderia incomodar Sérgio Mallandro. "Ele falou: 'Vambora, não tenho o que esconder. Essa é a minha realidade, essa é a minha vida'. Ele topou tudo, não teve nada que ele foi contra".

Tem um momento de dificuldade que ele passou que é quando o oficial de Justiça foi bater na casa dele pra poder levar o carro. Ele fala pro cara: 'Ó, faça seu trabalho'... Na verdade, tiveram coisas que a gente cortou do filme porque era muita história.

Filme é uma grande homenagem à história ao humorista em vida. "Gostaria que as pessoas identificassem isso que a gente quis passar e de alguma forma também compreendessem que é um filme bastante humano e família, onde todos possam se divertir. A mensagem que a gente diz é que não temos dificuldades, a gente tem obstáculos e obstáculos foram feitos para serem vencidos".

Sergio Mallandro é o "errado que deu certo"? "Sérgio é um cara de um coração muito bom, muito generoso. Não sei dizer se é o errado que deu certo, porque esse cara, ele batalhou muito e deu muito certo."

Trabalho também é motivo de comemoração especial por Marco Antônio estar assinando pela primeira vez como diretor. "Ainda não me caiu a ficha. Acho que vai cair depois que o filme estrear. Acho que quando eu ver que as pessoas estão indo para o cinema, estão assistindo, ver os relatos dessas pessoas, eu acho que talvez aí entenda. Quem sabe um dia esse filme não virou mais um cult."

Marco Antonio de Carvalho dirige Sergio Mallandro e Xuxa em cena
Marco Antonio de Carvalho dirige Sergio Mallandro e Xuxa em cena Imagem: Divulgação

Deixe seu comentário

Só para assinantes