Conteúdo publicado há 1 mês

Maíra Cardi e Thiago Nigro derrubam perfil de fofoca na Justiça

Maíra Cardi e Thiago Nigro tiveram uma vitória na Justiça contra um perfil de fofocas que acusam de difamação.

O que aconteceu

O casal denunciou o perfil à polícia. Dentre as informações sem comprovação divulgadas pela conta, estavam acusações de que Thiago Nigro usaria drogas ilícitas, de que Maíra Cardi teria se prostituído e outras suposições sobre a vida conjugal dos dois. A polícia investiga os crimes de perseguição, difamação e injúria.

Segundo a defesa dos dois, o Facebook descumpriu ordem da Justiça. Como parte da investigação, foi determinado que o perfil fosse suspenso e que o Facebook revelasse informações sobre o dono da conta — o que a empresa se recusa a fazer.

A liberdade de expressão e da livre manifestação do pensamento são garantidos pela Constituição Federal. No entanto, como todos os direitos, estes também possuem limitações, como a proibição ao anonimato e a responsabilização pela divulgação de notícias falsas. Defesa de Maíra Cardi e Thiago Nigro

O perfil saiu do ar. No momento em que este texto foi escrito, tanto o perfil principal quanto as contas reserva estavam desativados. A decisão foi comemorada pelos advogados do casal: "Está correta a suspensão do referido perfil pelo Poder Judiciário, visto que, se aproveitando do anonimato, o responsável publicava mentiras contra Maíra, Thiago e outras celebridades".

Eles ainda exigem do Facebook uma indenização de R$ 100 mil por danos morais. A defesa da empresa foi procurada, e este texto será atualizado quando houver resposta.

Deixe seu comentário

Só para assinantes