Jin abraça fãs, membros escrevem cartas e fãs fazem barulho contra PL

Os últimos dias estão sendo bastante movimentados no "Mundinho Army". O retorno do membro mais velho do grupo, Kim Seokjin, já seria razão suficiente para festejar, mas os outros integrantes do BTS tiraram folga e/ou pediram dispensa por um dia para poder acompanhar tudo e tornaram o evento ainda mais especial.

Os planetas todos alinhados para o army, pois Jin saiu do exército um dia antes do décimo primeiro aniversário do grupo, comemorado todo ano através do FESTA, um período antes do dia 13 de junho com eventos, músicas novas, shows reprisados (e novos quando eles estão em atividade).

Abaixo, Splash traz uma linha do tempo com os acontecimentos mais importantes nessa grande semana para quem é fã de Bangtan.

A saída icônica do Jin

É difícil escolher qual momento da dispensa do Jin foi melhor. Além de emocionante, com colegas se despedindo e chorando, ao perceber que os membros do grupo estavam lá, ele ficou muito feliz.

Namjoon roubou a cena tocando saxfone (ele faz parte da banda do Exército!!!), e foi muito engraçado todo mundo se abraçando ao som de Dynamite versão sax do líder do grupo. Jimin, visivelmente emocionado, também deu um abraço enorme no Jin. Ele e Jungkook não tiveram folga, mas foram dispensados, por isso estavam de uniforme. Hoseok, o próximo a sair, e Taehyung (3x maior) também estavam felizes e se abraçando. Foi um grande momento,

Yoongi não apareceu no momento da saída, mas estava na foto OT7. Nada mais Min Yoongi do que isso.

Continua após a publicidade

Namjoon e seu inesquecível sax

O abraço cheio de amor dos Vmin (Taehyun e Jimin)

Emocionante: as cartas escritas pelos membros

Em comemoração aos onze anos do grupo, os integrantes escreveram cartas emotivas, ternas e sensíveis agradecendo todo apoio, comentando que esse período de serviço não é nada fácil, mas que ano que vem eles estão de volta.

Continua após a publicidade

Todos os integrantes do grupo serão dispensados até a metade do próximo ano. Ou seja, o segundo semestre promete fortes emoções para o Army.

Jin abraçando mil fãs

Uma das maiores surpresas dos fãs foi quando a BigHit anunciou o evento FESTA 11 com a participação do Jin. E não apenas participação, como um evento onde ele abraçaria mil fãs. Na primeira live pós dispensa, Jin comentou que foi ele quem propôs os abraços. Ele queria muito retribuir todo o carinho que recebeu ao longo desses anos.

Continua após a publicidade

Jin ainda contou que na verdade ele queria abraçar cerca de três mil fãs, mas a empresa queria apenas cinquenta. Ele achou um absurdo tão poucas fãs receberem abraços e lutou para aumentar esse número. No fim, chegaram a um acordo e mil armys participaram do momento.

O evento estava lotado, Jin foi recebido com muitos gritos de 'KIM SEOKJIN', fez uma performance linda de "The Astronaut", seu solo presenteado por Coldplay, apresentou uma versão estendida do hit "SUPER TUNA", emocionou todo mundo com um dos seus singles mais lindos, "Moon" e ainda dançou "Seven" do Jungkook. Um retorno de gigante mesmo.

Fandom presente e contra a PL

Enquanto tudo isso acontecia e o fandom colocava os nomes dos integrantes e das músicas no topo dos trending topics do X (twitter), além de apoiar o retorno do cantor depois de quase dois anos, o Army mais uma vez mostrou a força do ativismo de fãs e o barulho que eles são capazes de criar.

Continua após a publicidade

Com uma divulgação enorme contrária ao Projeto de Lei 1904/2024 que equipara aborto após 22 semanas a um homocídio, o fandom criou a hashtag #ArmyContraPL1904, com milhares de contas de fãs disseminando as imagens "Criança não é mãe.

Isso ocorreu depois que a deputada federal Erika Hilton do PSOL de São Paulo pediu apoio dos fandoms para movimentar as redes contra a PL. O army, já famoso por ter um engajamento gigantesco, abraçou a causa e segue nas redes mostrando que a resistência de fãs é importante e incomoda.

O mais interessante é perceber que uma coisa (o retorno do Jin) não impossibilitou a outra (movimentação contra a PL), mostrando como as práticas dentro dessas comunidades são variadas e muito úteis para a sociedade, que pinta fãs como meninas doidas sem propósito.

Deixe seu comentário

Só para assinantes