Conteúdo publicado há 1 mês

Roberta Miranda conta história por trás de 'Majestade, o Sábia'

Roberta Miranda contou que "Majestade, o Sabiá", uma de suas mais famosas composições, foi rejeitada por Chitão.

O que aconteceu

A cantora falou sobre o assunto na terceira edição do projeto Sons de SP, que vai ao ar na sexta-feira (14), na Globo. "Para 'Majestade, o Sabiá', a primeira pessoa que eu mostrei foi para o Chitão e Chororó. Me lembro, nitidamente, que o Chitão falou 'Não Roberta, a música é bonita, mas a gente não quer porque já gravamos músicas de pássaros'. Ok."

Nisso, passa o Jair Rodrigues e diz que estava assinando com a Copacabana e pergunta se tem alguma música sertaneja. Na hora o Chitão falou, 'a gente tá acabando de ouvir uma música, mas não queremos, mostra pra ele'. Eu mostrei e o Jair, muito inteligente, sensível, enlouqueceu, e convidou os meninos para participarem da gravação. Roberta Miranda

Roberta também fala sobre o início da carreira. "O meu grande sonho era que alguém conhecesse Roberta Miranda. E como era difícil eu me mostrar como intérprete, eu tive que ir pelo caminho de compositora".

O projeto pretende contar a história da música caipira e sertaneja no estado de São Paulo. O programa terá depoimentos de outros artistas além de Roberta, como Chitãozinho & Xororó, Daniel, Mary Galvão, Simone Mendes, João Bosco & Vinícius, Bruna Viola, Luan Pereira, entre outros.

Sons de SP - Música Caipira vai ao ar nesta sexta-feira, dia 14, logo após o Globo Repórter.

Deixe seu comentário

Só para assinantes