Conteúdo publicado há 1 mês

'Experiência agridoce': como Harry encarou ausência em aniversário do Dia D

Um especialista real acredita que o príncipe Harry, 39, possa ter considerado as comemorações do Dia D uma "experiência agridoce". Ele sugeriu que o duque teria lamentado não participar do evento.

O que aconteceu

Para Tom Quinn, Harry lamentou sua ausência no 80º aniversário do desembarque na Normandia. "A única vez na vida em que se sentiu admirado por suas próprias habilidades e não só por ser um membro da família real foi durante seu tempo no exército. O serviço militar deu a ele mais satisfação do que qualquer outra coisa, além de conhecer Meghan e ter filhos. Esteve ciente do que aconteceu no Dia D e lamentou profundamente não ter conseguido fazer parte", disse ao Mirror.

O autor explica o motivo para o duque de Sussex ver como experiência agridoce a participação da realeza nas comemorações: "Um alívio porque, não estando lá, evitou o desafio de encontrar os membros de sua família, com quem se desentendeu. Por outro lado, ódio por não comparecer a um evento que significa tanto para quem serviu nas forças armadas. Harry sente mais afinidade com os militares do que com a família".

Os comentários do especialista foram feitos após Harry perder outro compromisso. Segundo o The Times, ele foi convidado para o casamento de Hugh Grosvenor, mas não compareceu para evitar o encontro com o príncipe William durante uma suposta crise com a família real.

Deixe seu comentário

Só para assinantes