Conteúdo publicado há 1 mês

'Cannes' dos jogos, Gamescom Brasil projeta mais de US$ 150 mi em negócios

A Gamescom, maior feira de games do mundo, estreia em sua versão brasileira como Gamescom Latam em 2024. O evento acontece entre os dias 26 e 30 de junho, no São Paulo Expo, em São Paulo.

A feira, que substitui o BIG Festival, tem expectativa de receber 100 mil pessoas e dá o pontapé na América do Sul prometendo apresentar os melhores games do mundo — além, é claro, de movimentar milhões em negócios.

Você vai encontrar os jogos fod** e vai encontrar jogo que você nunca jogou na vida e falar: 'não acredito que esse jogo existe'. Com certeza, vai passar de 300, quem sabe chegar até 400 títulos. Pode se preparar, tomar sua vitamina, porque você vai ficar lá jogando demais.
Gustavo Steinberg, CEO da Gamescom Latam, em entrevista para Splash

Siga o Splash no

Como a Gamescom chega ao Brasil?

Criada em 2009 na Alemanha, a Gamescom chegou ao Brasil em virtude da fusão com o BIG Festival — que por 12 anos foi o maior evento de jogos independentes da América Latina. A feira é fruto da parceria da organização Koelnmesse, Associação Alemã da Indústria de Jogos, do BIG Festival e da Omelete Company — responsável pela CCXP.

O Brasil vira o palco dos grandes acontecimentos de games e de tudo que tem de novo na indústria de games. Gustavo Steinberg

O BIG Festival movimentou mais de US$ 150 milhões de dólares em negócios em 2023. Steinberg evita projetar um número, mas crê que os quatro dias de Gamescom Latam têm capacidade de movimentar quantia financeira superior. "Vai passar desse número. A gente espera chegar em 800 empresas cadastradas".

Continua após a publicidade

Ainda é difícil eu prever [um número], porque também é a primeira vez que vai acontecer no formato de Gamescom Latam, mas a gente vem aumentando ano a ano. Acredito que a gente vai superar esse número do BIG, sim.
Gustavo Steinberg

O evento também oferecerá uma chance de networking para desenvolvedores, distribuidores, influenciadores e investidores. "Quando falo indústria, tem o pessoal que faz negócio, mas 95% é público final mesmo. É consumidor indo lá jogar, descobrir as coisas novas, ver quem faz jogo, falar com quem faz jogo, pegar um monte de brinde, ativação."

Gamescom Latam será a primeira edição da feira Gamescom no Brasil
Gamescom Latam será a primeira edição da feira Gamescom no Brasil Imagem: Divulgação

"Indústria cresce loucamente"

O projeto Gamescom Latam é tornar o Brasil o grande hub de desenvolvimento de games no mundo. "Esse é o plano. Além de trazer os melhores jogos, a gente está contando com um desenvolvimento bastante agressivo da região. A presença da Gamescom na Alemanha faz com que muitos estúdios escolham como sede regiões no entorno da Gamescom, porque gera todo um acesso a uma economia internacional".

"Estamos trabalhando para que isso aconteça aqui também e contamos com o apoio do governo do estado de São Paulo, o apoio da prefeitura. Existe uma compreensão do poder público de que é uma oportunidade ímpar para uma indústria que cresce loucamente", completa o CEO da Gamescom.

Continua após a publicidade

O mercado brasileiro de games tem evoluído e ganha novos olhos com a chegada da Gamescom Latam. "Ainda tem uma distância para a Europa, mas melhorou muito, e a gente vê essa melhoria com números. A gente vê ano a ano cada vez mais jogos brasileiros participando da área competitiva do festival. Hoje em dia, se não me engano, são quase 30 jogos brasileiros participando dos 110 selecionados [de jogos independentes]".

Gustavo Steinberg também é produtor, diretor e roteirista. Conhecido pela animação "Tito e os Pássaros", pré-indicada ao Oscar 2019, ele coloca a Gamescom Latam no mesmo patamar do Festival de Cannes. "Igual ao festival de Cannes, mas, ao mesmo tempo, tem os jogos de nível Oscar também acontecendo durante o evento. Você tem festivais de cinema, como o Toronto ou o Sundance, onde tem essa convivência entre os blockbusters e os independentes. É mais essa pegada que a gente tem. Então, a gente tem os dois e os dois convivem muito bem."

Gamescom Latam será a primeira edição da feira Gamescom no Brasil
Gamescom Latam será a primeira edição da feira Gamescom no Brasil Imagem: Divulgação

A Gamescom Latam tem expectativa de receber 100 mil pessoas entre os dias 26 e 30 de junho. Além de conhecer os jogos em destaque, o público terá um lounge exclusivo de cosplays, 250 estações de jogos, diálogos com criadores de games, interação com dois mil influencers do setor e 200 horas de palestras, ensinando até a entrar comercialmente no mundo dos jogos.

A gente tem palestra que vai desde ativação para consumidor final de lançamento de jogo, gameplay, influenciador, desafio. Até palestras que falam como conseguir uma carreira dentro de jogos, monetização de jogos, marketing para jogos, tecnologias, como você desenvolve um jogo do zero. A gente tem realmente um pouco de tudo.
Gustavo Steinberg

O CEO da Gamescom Latam espera potencializar o mercado brasileiro dos games com o festival. "Espero falar a cada edição: 'do caral**, fizemos melhor". O que eu espero é que a gente sempre acerte muito mais do que erre. Errar, a gente sempre erra alguma coisa, mas a gente sempre erra diferente. A cada edição, o que a gente errou na anterior, a gente conserta e faz melhor, mais divertido e mais importante para todo o ecossistema de games."

Continua após a publicidade

Serviço:

Gamescom Latam
Data
: 26 a 30 de junho
Local; São Paulo Expo (1,5 Rod. dos Imigrantes - Vila Água Funda, 04329-900 - São Paulo)
Ingressos: https://latam.gamescom.global/

Deixe seu comentário

Só para assinantes