Conteúdo publicado há 2 meses

Repórter da Globo relata doença e faz alerta: 'Não é brincadeira'

O repórter da Globo, Tiago Scheuer, 40, fez um alerta de saúde a seus seguidores do Instagram e contou ter sofrido há dois meses com um diagnóstico de herpes zóster.

O que aconteceu

Tiago começou fornecendo um panorama geral a respeito da doença. "Você já teve herpes zóster ou conhece alguém que já teve essa doença? Pois tive agora em março passado, e confesso para você que senti muita dor. Hoje o jornal O Globo, aliás, publicou um estudo, feito no Brasil, dizendo que teve um aumento de 31% no número de internações por causa dessa doença comparando 2021 com 2023. Então não é brincadeira."

Ele relatou como percebeu os primeiros sinas da enfermidade. "Começou com uma manchinha vermelha na minha barriga, e essa manchinha foi crescendo dia após dia. Depois ocupou parte da lateral do corpo e das costas. Não entendendo nada, três dias depois, eu procurei uma dermatologista. Ela me diagnosticou com herpes-zóster e já me deu os antivirais para eu tomar. Só três semanas depois é que as dores pararam por completo. Estou bem."

O processo até a recuperação, segundo o jornalista, foi dos mais dolorosos. "No meu caso, não precisei ficar internado - ainda bem! Mas as dores foram intensas. Oscilavam com sensação de choque, agulhada, ardência, queimadura, soco?"

Tiago concluiu dando outros detalhes técnicos sobre a doença. "A herpes zóster é causada pelo mesmo vírus da catapora. Se você teve catapora na infância, o vírus não foi embora. Ele fica adormecido no nosso corpo e pode voltar na vida adulta se aproveitando de algum episódio de baixa imunidade - que foi o meu caso -, estresse ou até depressão. Normalmente, essa doença atinge pessoas com mais de 50 anos. Eu tenho 40, e tem gente mais nova do que eu que também sofre com isso."

Deixe seu comentário

Só para assinantes