Conteúdo publicado há 3 meses

Drake Bell defende pais de atores abusados em set: 'Eram todos vulneráveis'

Drake Bell, 37, rebateu as críticas feitas para os pais, incluindo sua própria mãe, por terem "permitido" que seus filhos, atores mirins, passassem por situações de abuso físico e psicológico.

O que aconteceu

O ator relembrou que assim como as crianças que estavam no set eram inexperientes, os pais também estavam aprendendo a lidar com a situação. Ele pontua que todos, pais e filhos, foram expostos ao ambiente tóxico dos bastidores da Nickelodeon, e como as crianças, eram ingênuos em novos cenários e aprendiam mais a cada dia. "Alguns desses foram nossos primeiros empregos. Para alguns também era a primeira vez dos pais nos sets, e eles estão apenas aprendendo conosco. Éramos todos vulneráveis", argumenta.

Para ele, os sets de gravação deveriam contar com um profissional que ajudasse crianças a sentirem mais seguras e apoiar o trabalho dos pais. "Deveria haver alguém com experiência que possa perceber que uma criança parece desconfortável e que converse com ela e os pais", refletiu o protagonista de "Drake e Josh".

Bell estava comentando sobre como os pais foram culpados pelos abusos que seus filhos sofreram e foram revelados com a exibição do documentário "Quiet on Set". Inclusive, sua própria mãe, Robin Dodson, foi criticada por permitir que ele, quando adolescente, passasse tanto tempo na companhia de Brian Peck, 63, que foi posteriormente acusado por Drake de agressão sexual na infância.

Deixe seu comentário

Só para assinantes