PUBLICIDADE
Topo

Mulher de sertanejo diz ter sofrido assédio em exame íntimo em hospital

George Henrique e Francine Toaldo se manifestaram sobre o processo contra hospital por meio de nota - Reprodução: Instagram
George Henrique e Francine Toaldo se manifestaram sobre o processo contra hospital por meio de nota Imagem: Reprodução: Instagram

Colaboração para Splash, em Maceió

05/08/2022 18h27Atualizada em 05/08/2022 19h57

A assessoria de imprensa do cantor sertanejo George Henrique informou que a esposa do artista, Francine Toaldo, move processo contra o Hcor (Hospital do Coração) de Goiás, após ter sido vítima de assédio sexual durante a realização de um exame íntimo no ano passado nas dependências da unidade.

Por meio de uma nota divulgada nas redes sociais, a assessoria do sertanejo diz que Francine deu entrada no pronto-socorro da unidade hospitalar em 2021, quando foi vítima de "importunação sexual" praticada por um "indivíduo que não fazia parte da equipe médica ou de enfermagem do hospital".

A nota diz que, imediatamente após o episódio, Francine Toaldo registrou um B.O. (Boletim de Ocorrência) e o caso corre em segredo de Justiça.

Embora o suspeito não faça parte da equipe médica do Hcor goiano, Francine questiona no processo a "responsabilidade do hospital pela falta na segurança e prestação de serviço, em razão da ausência de vigilância no interior da unidade hospitalar".

Por fim, George Henrique e Francine Toaldo dizem que não irão se pronunciar sobre o caso e que aguardam o desfecho das investigações.

Até o momento, o Hospital do Coração de Goiás não se manifestou sobre o assunto. Splash tenta contato com a unidade. O espaço segue aberto.