PUBLICIDADE
Topo

Ariadna: 'Dias antes de entrar no 'BBB' eu estava me prostituindo'

Colaboração para Splash, do Rio

02/07/2022 04h00

A modelo, maquiadora e ex-'BBB' e 'No Limite' Ariadna Arantes foi a convidada desta semana do "De Lado Com Fefito" no Canal Splash, do UOL. Ariadna ficou nacionalmente conhecida, em 2011, como a primeira mulher trans a participar do reality show.

Só que, ao contrário de Linn da Quebrada, que fez uma participação histórica na edição deste ano, Ariadna foi eliminada logo na primeira semana. E, como lembrou Fefito, Ariadna foi colocada no "BBB" com propósitos transfóbicos. "Você ficou magoada ao saber dessa intenção?", perguntou o jornalista.

"É a primeira vez que paro pra pensar nisso", respondeu Ariadna, que afirma não ter mágoas. "Até porque era uma época de ignorância absoluta, apesar de ter acontecido já nos anos 2000."

Ela lembrou de um antigo chefe que uma vez lhe disse: "Quando vier trabalhar, corte as unhas bem curtinhas. No fim de semana, faça o que quiser", recordou.

Eram coisas que eu tinha que escutar na época, e saber conviver com isso, porque não era um tempo de militância.

'Temos os mesmos sentimentos'

"Eu já passei da expectativa de vida de uma travesti", constata Ariadna, que tem 38 anos. No Brasil, a expectativa de vida média da população trans e travesti é de apenas 35 anos Pior: o país se manteve, em 2021, como o que mais mata pessoas transgêneras em todo o mundo, liderança mantida desde que o ranking começou a ser formulado em 2008.

Por isso, a presença de Linn da Quebrada no "BBB 22", com o alcance nacional do programa, foi um grande avanço, diz Ariadna:

É importante ter uma travesti dentro da sua casa, pra que vocês saibam que nós comemos, bebemos, choramos, rimos e temos os mesmos sentimentos. Não tem distinção por ser quem somos.

Ariadna - UOL - UOL
A ex-'BBB' Ariadna participa do 'De Lado com Fefito'
Imagem: UOL

Tempos difíceis

Ariadna também lembrou do tempo em que precisou se prostituir - algo que ela fez até 2011. "Dias antes de entrar no BBB eu estava me prostituindo", contou. "Quando recebi o telefonema da produção, tinha acabado de chegar a Belo Horizonte para me prostituir."

Eu trabalhava na esquina do hotel onde fui confinada, no Rio de Janeiro, para o 'BBB'. E da janela eu via a minha amiga lá embaixo, se prostituindo. Na entrevista para o 'BBB' a última pergunta foi: 'você continua se prostituindo?' E eu respondi: 'sim, porque nenhum de vocês aqui paga as minhas contas'. Essa verdade foi o que me fez ser escolhida.

De costas

Ariadna também fez outras revelações na entrevista. Falou de sua treta com Lary Bottino:

O babado não foi emprestar a pulseira, foi o abuso da gata.

Do episódio com Pedro Scooby em Milão:

Estava num show da Anitta em Mlão, Scooby estava lá e a primeira pergunta que me faz é: 'Você é trans?' E eu respondi: trans vem de transição. Eu já passei por isso, eu sou uma mulher.

E dos famosos que ela conheceu mais intimamente:

Entre jogadores de futebol e famosos, foram uns 8. Só um pediu segredo. Jogador de futebol tem mais pegada. O que me pediu segredo é um ex-'BBB'.

Ariadna - UOL - UOL
Ariadna e Fefito
Imagem: UOL

História inacabada

Ariadna falou também de seu momento atual. Apesar da fama, ela ainda não conquistou a tão sonhada tranquilidade financeira.

"Eu comprei uma casa, um carro, ajudei minha família? mas estou to até hoje tentando sobreviver", disse. Apesar dos avanços dos últimos anos, ela ainda encontra dificuldades.

Sou muito boicotada, até hoje, por empresas, agências e pessoas.

Em um momento da entrevista, Fefito quis saber que se, apesar de tudo, Ariadna voltaria a participar do "BBB".

Eu voltaria. Tenho uma história inacabada. Meu espírito ainda está lá naquela casa.