PUBLICIDADE
Topo

Daniel é o 7ª eliminado do 'MasterChef' após frango seco

Daniel deixa "MasterChef" - Reprodução/Band
Daniel deixa "MasterChef" Imagem: Reprodução/Band

Colaboração para Splash, em Pernambuco

29/06/2022 00h34Atualizada em 29/06/2022 00h38

O paulista Daniel foi o 7ª eliminado do "MasterChef Brasil", em sua nona temporada avaliando cozinheiros amadores.

Em uma prova de eliminação disputadíssima, com todos os participantes sendo altamente elogiados, o gerente de vendas foi o escolhido para deixar a competição.

Os chefs ressaltaram que a decisão foi difícil, pois todos os pratos estavam muito bons e a saída se deu por detalhe entre o prato dele e o de Renato.

Na avaliação do seu prato, os chefs apontaram que seu frango estava seco.

Fogaça, Helena e Jacquin elogiaram muito a postura de Daniel e o "brilho nos olhos" durante as provas realizadas.

A saída dele foi sentida pelos demais participantes, que desceram do mezanino para abraçá-lo.

Confira o que aconteceu no episódio de hoje de "MasterChef Brasil":

spoiler - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL

A primeira prova que o Top 10 enfrentou foi realizada em duplas, divididas por Daniel, vencedor da prova de eliminação da semana passada.

  • Daniel e Renato
  • Edleide e Paraskevi
  • Bruno e Melina
  • Rafael e Lays
  • Fernando e Jason

O desafio da semana consistia em produzir 3 pratos para compartilhar inspirados na rede Outback, sendo um obrigatoriamente com costela de porco.

Para tanto, as duplas tiveram apenas 1 hora e 30 minutos.

De uma forma geral, a prova foi menos tumultuada que as anteriores, mas algumas duplas se atrapalharam na reta final, como Bruno e Melina com uma costela quase queimada, Rafael e Lays com indefinição dos pratos e Jason com a fritura de croquetes.

Os chefs convidados passaram inicialmente nas bancadas provando o prato feito com costela. Rafael e Lays apostaram em hambúrguer com costela desfiada, Fernando e Jason em costela ao molho de framboesa, Bruno e Melina costela tradicional, Edleide e Paraskevi uma costela tradicional com molho de maçã e goiaba e Daniel e Renato um hambúrguer com carne 'louca' de costela.

Na sequência, as duplas apresentaram os outros pratos.

Avaliações

Rafael e Lays apostaram em um arancini de "Mac n Cheese" e pimenta jalapeno recheada. Eles foram criticados pela pimenta muito forte, já que não tiveram tempo de "branquear" antes.

Bruno e Melina fizeram camarão empanado com maionese de limão e bolinho de batata recheado de filet mignon suíno e bacon. O bolo foi apontado por ter um gosto de farinha, mesmo com um recheio bom. O camarão foi colocado como bem feito, porém um pouco ácido.

Jason e Fernando competiram com barcas de cebola fritas recheadas e um mix de tubérculos fritos. Eles foram bastante criticados pelo mix, que ficou parecendo como uma batata frita. A cebola empanada foi apontada como muito pesada.

Edleide e Paraskevi trouxeram croquete de muçarela e bolinho grego de carne moída com molho de especiarias. Assim como Jason e Fernando, elas foram criticadas por o queijo ter deixado a comida pesada, mas elogiadas pela fritura. Contudo, elas foram apontadas como uma dupla que entenderam muito bem a prova.

Daniel e Renato finalizaram as apresentações com um croquete de costelinha e uma rabanada de pão australiano com creme inglês. O croquete foi elogiado pelo gosto, mesmo estando seco. Já a rabanada, foi apontada como estranha.

Os chefs elegeram como os melhores pratos:

- Croquete de muçarela de Paraskevi e Edleide

- Camarão empanado de Bruno e Melina

Assim, as duas duplas subiram para o mezanino.

O melhor prato com costela, de acordo com os chefs convidados, foi a costela ao molho de framboesa de Jason e Fernando, que também se salvaram.

Assim, Rafael, Lays, Daniel e Renato foram para a prova de eliminação.

Eliminação

A prova de eliminação do dia teve como tema a Semana de 22. Dessa forma, os 4 competidores deveriam fazer pratos que representassem alguma região do Brasil.

Para deixar a tarefa mais complicada, eles deveriam empratar em cima de uma tela branca de pintura.

Renato foi o participante mais atrapalhado durante a produção do prato, mas Lays quase queima uma costela no final.

Rafael foi o primeiro a entregar. O carioca apostou em pescada cambucu na cama de jambu. De acordo com o participante, ele tentou fazer um prato amazônico, que lembrasse antropofagia, mas foi corrigido pelos chefs já que o peixe que escolheu não era amazônico. Ainda assim, ele foi bastante elogiado pelo gosto cítrico e pela harmonia de todos os ingredientes.

Daniel entregou na sequência. Ele concorreu com frango com quiabo e três tipos de polenta. Ele foi elogiado pela mistura das polentas, mas criticado pelo frango muito seco.

Renato apostou em costela de tambaqui e uma barca de cebola e esterificação de jambu. Ele também foi muito elogiado pela junção de sabores do peixe com os vegetais e com uma cebola deliciosa e crocante.

Última a entregar, Lays fez uma costela de tambaqui, bacon e creme de milho, tentando lembrar Tarsila do Amaral. O prato foi considerado ousado, mas harmônico e com bons sabores em tudo.

Os chefs elegeram a prova como digna de uma semifinal do programa e apontaram Rafael e Lays como os destaques positivos da prova. Pela ótima combinação de sabores, Rafael foi eleito o melhor da prova.

Daniel foi eliminado no detalhe mínimo e deixou a competição.