PUBLICIDADE
Topo

Xuxa recorre após perder ação de danos morais contra ex-senador Magno Malta

Xuxa falou sobre as ofensas que recebe em suas redes sociais - Reprodução/Globo
Xuxa falou sobre as ofensas que recebe em suas redes sociais Imagem: Reprodução/Globo

De Splash, em São Paulo

28/06/2022 09h34Atualizada em 28/06/2022 12h07

Xuxa Meneghel recorreu após perder em primeira instância uma ação por dano moral contra o ex-senador Magno Malta. A informação foi revelada pela jornalista Fábia Oliveira, do "Em Off", e confirmada por Splash.

A apresentadora abriu o processo após Magno criticar seu livro "Maya: Bebê Arco-Íris", que aborda a temática LGBTQIA+ para crianças. Na ocasião, em vídeo divulgado nas redes sociais, ele chamou a obra de "esdrúxula e indigna". Xuxa pede R$ 150 mil na ação.

Splash teve acesso aos autos, que correm no TJSP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo). Em abril, o juiz Théo Assuar Gragnano julgou improcedente a ação e afirmou que as críticas do ex-senador foram feitas à obra, não à apresentadora.

"Considero que o emprego dos dois adjetivos (esdruxula e indigna), ainda que tenham revestido de contundência o pronunciamento do réu, têm relação de pertinência com a crítica formulada ao tema da obrada autora. Os adjetivos, ademais, foram dirigidos à obra, conquanto nem sequer publicada, não à autora", diz o magistrado em um trecho da decisão.

O juiz ainda relatou que a fala de Magno "não desbordou do regular exercício da liberdade de expressão".

Em contato com Splash, Patrícia Regina Alonso, advogada de Magno, reafirmou que o político não atacou a apresentadora como pessoa, e sim a obra, apenas manifestando sua liberdade de expressão.

A reportagem tentou contato com Xuxa via assessoria de imprensa e aguarda. Assim que houver resposta, o texto será atualizado.