PUBLICIDADE
Topo

Aos 69, Eliane Giardini apoia uso de vibradores: 'Não vai faltar bem-estar'

Eliane Giardini diz que o uso de vibradores não faz mal a ninguém - Globo/Paulo Belote
Eliane Giardini diz que o uso de vibradores não faz mal a ninguém Imagem: Globo/Paulo Belote

Colaboração para Splash, em São Paulo

26/06/2022 09h05

A atriz Eliane Giardini, de 69 anos, vive uma fase de solteirice sem pressão para embarcar em uma relação amorosa. Quando o assunto é sexo, ela deixa claro que não é preciso a existência de um outro para se ter o prazer.

Em entrevista à Veja, a artista afirmou que não está procurando um par romântico após passar 25 anos casada com o ator Paulo Betti, de 69, e confidenciou que os vibradores são ótimos para 'exercer o sexo o tempo todo'.

Não estou procurando, mas permaneço atenta. De qualquer forma, existem outras eficientes maneiras de se exercer o sexo o tempo todo. Vibradores, por exemplo: sabendo usar, não vai faltar bem-estar.
Eliane Giardini

Prestes a completar 70 anos, a artista diz não sentir o peso da idade, mas relatou que não se identifica com o número.

É tão surreal esse número, não me identifico com os 70, mas estou chegando a eles muito bem.
Eliane Giardini

Sem plano de aposentadoria

Atualmente, a atriz está em cartaz no teatro com a peça "Intimidade Indecente", no Rio de Janeiro, e se prepara para gravar uma novela na TV Globo a partir do segundo semestre de 2022. Em entrevista ao colunista Lucas Pasin, de Splash, ela afirmou que não pensa em se aposentar.

Há mais de 30 anos na Globo e com um contrato recente que seguirá, segundo ela, até pelo menos 2025, Eliane diz que já sabe que estará em um novo folhetim este ano, mas que ainda não recebeu nenhuma confirmação.

"Não é a nova da Glória Perez", garantiu a atriz, que destacou estar atenta ao novo momento da emissora em que veteranos estão perdendo seus longos contratos.

Tem uma questão que é muito bem-vinda, o mercado está aquecido e temos hoje muitas plataformas e produções. O meu contrato ainda tem um longo período pela frente, depois disso seguirei atenta ao mercado.
Eliane Giardini

Sobre a saída de colegas da emissora, Eliane não vê com tristeza: "Muitos estão saindo, mas não foram demitidos. Existem bons acordos. O aquecimento do mercado é algo que vem interessando a todo mundo. É bom para nós, tira a gente da zona de conforto e nos coloca para pensar", concluiu.