PUBLICIDADE
Topo

'O que menos gosto de fazer é cantar', diz Rodriguinho sobre críticas à voz

Rodriguinho diz que o que menos curtiu no processo de criação da música é cantar - Reprodução/Instasgram @rodriguinho
Rodriguinho diz que o que menos curtiu no processo de criação da música é cantar Imagem: Reprodução/Instasgram @rodriguinho

Colaboração para Splash, em São Paulo

24/06/2022 17h57

Reconhecido como um dos grandes pagodeiros do Brasil, o cantor Rodriguinho, de 44 anos, sofreu com críticas pela desafinação da voz, até chegou a virar meme nas redes sociais em razão de uma falha em uma live e confessou que dentro de um projeto musical o que menos tem prazer é cantar.

Em entrevista ao podcast Bulldog Show, no Youtube, o artista ouviu questionamento sobre como lidou com as críticas pelos problemas na voz e não escondeu que sente mais prazer em trabalhar na produção de uma música do que propriamente cantar.

Dentro da minha carreira, eu exerço quase todas as funções que um artista pode exercer. Eu produzo meu disco, componho minha música, canto, dirijo tudo o que está acontecendo, e a coisa que menos gosto de fazer é cantar. O show em si quando você sobe no palco é outra viagem, mas o que eu menos gosto de fazer é cantar.
Rodriguinho

Assim, ele confidenciou que pouco cuidou das cordas vocais ao longo da carreira. Entretanto, as falhas na voz, desafinações em apresentações e críticas de contratantes o fizeram rever suas prioridades para seguir com o trabalho no mundo da música.

"Sempre foi o que menos investi dentro de tudo o que eu faço e teve uma época que eu fiquei malzaço, não era nem fisiológico, era mental mesmo. Não tinha calo, nada. Teve uma época que eu tinha paresia, que é uma parada que eles falam que adormece as pregas vocais. Quando adorme a prega vocal, você não sabe", contou.

Chegou uma hora que bateu no teto a parada e começaram a arrebentar. Só que eu cantei a vida inteira. Não tenho que provar nada. Eu tinha muito essa parada de: 'dane-se', 'não vai mais no show'. Eu sempre fui assim porque quis mostrar que não estava me afetando os comentários, mas chegou uma hora que me afetou.
Rodriguinho

Agora cuidando das cordas vocais, Rodriguinho relatou não ouvir mais nem uma crítica sobre suas recentes apresentações. "Agenda não afetou, mas reclamação dos contratados teve. Até contratavam de novo, mas reclamavam. Começou umas reclamações, muita gente falar e eu comecei a cuidar. Faz um tempo que ninguém fala nada sobre isso. A voz voltou, consegui gravar as coisas, consegui fazer de novo, mas eu cuidei, tive que cuidar", declarou.

Ele, no entanto, encerrou sua manifestação dizendo que sabe que nem sempre será possível agradar a todos mesmo quando estiver seguindo à risca com todos os cuidados. "Recebi muitos elogios e muitas críticas também, o que é normal. Sendo bom ou ruim, teremos elogios e críticas", finalizou.