PUBLICIDADE
Topo

Tierry conta como recebeu notícia sobre Marília Mendonça: 'Desesperado'

Colaboração para Splash, em São Paulo

22/06/2022 14h30

A terceira temporada do 'Sai da Caixa' está no ar e com muitos convidados inéditos. Depois de receber Lucas Silveira, o vocalista da Fresno, Luiza Possi abriu as portas para uma conversa intimista e musical com Tierry.

O cantor elegeu "Hackearam-me", gravada com Marília Mendonça, como a música mais importante da sua carreira, falou da amizade e parceria com a eterna rainha da sofrência e ainda relembrou como recebeu a notícia da morte da cantora.

O 'Sai da Caixa' vai ao ar todas às quartas-feiras, às 14h, no Canal UOL.

Tierry contou como aconteceu o convite para Marília Mendonça gravar "Hackearam-me". De acordo com ele, a música já estava estourada e acumulando mais de 50 milhões de visualizações, até que ele viu Marília cantando uma versão com o violão, dentro de um quarto e com a luz baixa.

Ela postou no feed, eu fui lá e mandei uma [mensagem] pra ela: 'Mama, vamos gravar essa música no meu DVD?' e ela topou. "Hackearam-me" é de longe a música mais importante da minha vida. Tierry

Não é a primeira vez que "Hackearam-me" é assunto no programa. Na segunda temporada, com apresentação de Tiago Abravanel, a cantora Simony saiu da caixa e soltou a voz no sertanejo. A versão foi comentada pelo apresentador dentro da casa do "BBB 22", e aprovada por Tierry: "Eu vi, eu amei e fiquei muito feliz", disse.

Concorrentes e amigos

O cantor revelou uma 'disputa saudável' que tinha com Marília. Como os dois são grandes compositores, eles brincavam de quem escrevia mais, pra quem eles estavam escrevendo: "E era muito legal".

A Marília era diferente! A voz dela, a interpretação dela era realmente de rainha, de quem sabia. Aquele canto limpo, aquela voz limpa. Eu falo que pouquíssimos artistas têm a voz limpa como a dela. Tierry

E de voz masculina, para Tierry o Ferrugem e o Péricles - que participou da primeira temporada do programa- são os melhores interpretes com a voz limpa.

Tierry no 'Sai da Caixa': Os bastidores da gravação com Luiza Possi

'Nunca chorei tanto'

O dia 5 de novembro ficou marcado entre os amigos e o legado de fãs da cantora. Tierry contou que ao receber a notícia da queda do avião, ele parou o carro que dirigia em uma via: "Encostei minha testa no volante e falei: 'Não vai ser nada'", relembrou.

Nesse mesmo dia, ele ia até São Paulo gravar um clipe com o Zezé, até que a notícia se confirmou: "Eu nunca chorei tanto. Na hora eu fiquei desesperado", contou.

Marília é uma referência. Perto da Marília você treme de tão gigantesca que ela era. Alegria, doçura, tratava todo mundo bem. Um exemplo de comportamento, de saber ser artista. Ela sabia o que estava fazendo. Tierry

Tierry - Carine Wallauer - Carine Wallauer
Luiza Possi e Tierry cantam juntos na terceira temporada do programa
Imagem: Carine Wallauer