PUBLICIDADE
Topo

Baixista do Raimundos é chamado de fascista e rebate: 'Só os vocalistas'

Canisso, baixista do Raimundos, rebateu comentário no Twitter - Marco Dutra/UOL
Canisso, baixista do Raimundos, rebateu comentário no Twitter Imagem: Marco Dutra/UOL

De Splash, em São Paulo

11/06/2022 12h56

Canisso, baixista da banda Raimundos, rebateu no Twitter um comentário que chamava a banda de "um monte de fascista safado cantando coisa ultrapassada como se fosse ok".

Ele compartilhou a publicação e deu a entender que não tem as mesmas opiniões políticas do vocalista Digão: "Eu e resto não somos, isso só acometeu os vocalistas".

Nos últimos anos, a postura política antiesquerda de Digão afastou alguns fãs da banda e até causou intrigas com outros músicos, como Tico Santa Cruz e Pe Lu.

Essa não é a primeira vez que Canisso demonstra sua insatisfação. Na quarta-feira (8), ele disse que a banda está sendo boicotada de festivais pelo posicionamento de Digão:

"Esse ano estamos fora de vários festivais pelo Brasil. É covardia querer boicotar uma banda e sua história e tentar de alguma forma ressignificar e atribuir quaisquer orientações políticas ao grupo baseado nas opiniões de um componente, em suas redes pessoais."