PUBLICIDADE
Topo

Joelma é internada com esofagite e edema após pegar covid quatro vezes

Joelma estava apresentando inchaço no rosto e preocupou fãs após show; assessoria diz que se tratava de sequelas da covid - Reprodução/ Instagram @joelmaareal
Joelma estava apresentando inchaço no rosto e preocupou fãs após show; assessoria diz que se tratava de sequelas da covid Imagem: Reprodução/ Instagram @joelmaareal

Caio Santana

De Splash, em São Paulo

09/06/2022 14h30Atualizada em 09/06/2022 17h55

A cantora Joelma, de 47 anos, está internada no Hospital São Luiz Itaim, em São Paulo, após passar por uma série de exames de check-up após quatro episódios de covid-19. Ela foi diagnosticada com esofagite — inflamação da mucosa do esôfago —, gastrite e um edema. Ontem ela tinha passado o dia todo na unidade hospitalar para fazer exames e até editou DVD.

"O Hospital São Luiz Itaim informa que a paciente Joelma da Silva Mendes deu entrada na unidade no último dia 06 para realização de check-up após quatro episódios de Covid-19. Durante os exames, a cantora foi diagnosticada com um quadro de esofagite, gastrite e um edema, complicações possivelmente decorrentes da infecção pelo coronavírus", diz comunicado divulgado pela assessoria de imprensa da cantora.

A Splash, a assessoria informou que Joelma recebeu o quarto diagnóstico positivo de covid em abril. A nota divulgada hoje sobre a internação diz que a cantora está apresentando melhora significativa do quadro de edema, se recuperando bem e com previsão de alta já neste fim de semana.

"Durante a internação, houve melhora significativa do quadro de edema. A paciente se recupera bem, com previsão de alta no fim de semana. Por orientação médica, ela deverá permanecer em repouso em casa por 7 dias com alimentação adequada e os cuidados necessários", informam.

A cantora é acompanhada pela cardiologista Ludhmilla Hajjar. Devido à internação e período de repouso, os shows previstos para esse fim de semana nas cidades de Alvorada (TO), São Desidério (BA) e Cordeirópolis (SP) não serão realizados.

Ontem a assessoria de Joelma encaminhou nota a Splash informando sobre os exames em São Paulo para "acompanhamento no tratamento do pós-covid", entretanto, sem especificar que a cantora estava fazendo os exames desde a última segunda-feira (6).

Ainda na semana passada, a cantora preocupou os fãs por apresentar um inchaço no rosto após apresentação em Parauapebas (PA). Contudo, na ocasião a assessoria afirmou se tratar de sequelas da covid-19 e que "ela está se cuidando constantemente".

A bateria de exames durou o dia todo ontem. "Ela está super bem", afirmou a assessoria, tranquilizando os fãs. Ainda no hospital, Joelma aproveitou para compartilhar que também estava editando seu DVD.

"Fazendo exames de rotina enquanto edito o DVD a todo vapor! Energias recarregadas pros shows do fim de semana", escreveu ela na legenda da publicação. Após os resultados dos exames, os shows foram cancelados.

Amanhã, ela tinha show marcado no "4º Arraiá do Povo", organizado pela prefeitura de Alvorada (TO). Em nota divulgada nas redes sociais, a administração municipal lamentou o cancelamento do show e informou "que trabalha para preencher o espaço na agenda, mas entende que pelo pouco espaço de tempo, torna-se mais difícil".

No sábado, Joelma iria se apresentar em São Desidério (BA) no "São João do Sítio Grande". A prefeitura divulgou nota de esclarecimento nas redes sociais afirmando que a cantora não poderia cumprir agenda no município "em virtude de problemas de saúde".

"Para que não haja desfalque na programação musical da festa a Prefeitura de São Desidério já está tomando as providências cabíveis para contratação de uma nova atração musical", esclarecem ao público.

Já no domingo a paraense ia se apresentar em Cordeirópolis (SP). Por meio de nota, a prefeitura da cidade lamentou o cancelamento e disse que já trabalha para reagendar o show para 2023. Contudo, o cachê que seria pago para a apresentação neste mês não vai ocorrer nem ter ressarcimento, já que o pagamento seria feito após a apresentação, cancelada.

"A Prefeitura de Cordeirópolis lamenta o cancelamento do show, extremamente esperado pela população, mas entende e deseja melhoras a artista neste momento delicado. A Secretaria de Cultura informa que já trabalha para o reagendamento do show em 2023, nos 75 anos de emancipação do município. Não há ressarcimento do valor, pois o mesmo seria realizado somente após o show", informa nota oficial da prefeitura.

'Fiquei totalmente deformada'

Joelma já tinha sido diagnosticada com covid pelo menos três vezes desde 2020, a última de conhecimento público foi em janeiro, quando já estava com o esquema vacinal completo contra a covid (duas doses e reforço), o que a deixou apenas com sintomas leves e em isolamento em casa. Em outubro do ano passado, ela contou em entrevista para a Quem que chegou a ficar "deformada".

"Tive todos os sintomas e mais alguns. Foi muito pesado o que eu passei. O meu corpo inchou, eu fiquei maior que uma grávida de nove meses. Fiquei totalmente deformada. Caiu muito meu cabelo, foi uma coisa absurda. Até agora meu corpo não voltou ao normal, tive que mudar de tamanho de sutiã", ressalta Joelma.

A cantora relatou o momento como uma "experiência de quase morte". Mesmo assim, a artista fala sobre a superação que teve após o coronavírus. "Foi renovador, mudou algo aqui dentro. Foi mais uma vitória, mais um obstáculo conquistado. Foi preciso eu passar por isso. Muda a forma de você ver a vida", diz.

"Por tudo o que passei, hoje tiro de letra qualquer coisa. Sou uma pessoa que procuro fortalecer muito a minha fé. Acho que quando você tem paz e alegria dentro de você, as coisas podem acontecer que você fica ali firme e forte", finalizou.

No "Altas Horas" (TV Globo), ela disse que a doença chegou a afetar também sua memória e visão. "Foi muito sério. Afetou até minha visão, minha mente. Sentia muita dificuldade de lembrar coisas simples. E agora estou tratando de sequelas", contou.