PUBLICIDADE
Topo

Pantanal

Tudo sobre a novela da Globo


'Eu era pombo-correio do elenco', diz Gabriel Sater sobre Pantanal de 1990

Gabriel Sater lembra de convivência com elenco da "Pantanal" de 1990 - Divulgação/Globo/João Miguel Jr
Gabriel Sater lembra de convivência com elenco da 'Pantanal' de 1990 Imagem: Divulgação/Globo/João Miguel Jr

Colaboração para Splash, de Pernambuco

07/06/2022 07h36Atualizada em 07/06/2022 07h52

Intérprete do peão Trindade, o homem que vendeu a alma ao diabo, Gabriel Sater, 40, tem uma ligação forte com a "Pantanal" de 1990: é filho de Almir Sater, cantor que interpretou o Trindade naquela versão. O ator lembrou a convivência com o elenco original.

"Em 1990, eu era uma espécie de pombo-correio do elenco. Lembro que o elenco masculino ficava em uma curva de rio e o elenco feminino ficava em outra curva. Desde lá, tive ligação com o Pantanal", brincou Gabriel, em entrevista a Quem.

Á época das gravações da trama na Rede Manchete, Gabriel, nascido em 1981, possuía 9 anos. O ator conta que falou com o pai sobre esse tempo, quando soube que interpretaria Trindade.

Lembrava que cheguei a viajar com meu pai e passei férias com uma parte do elenco de Pantanal. Tinha grande carinho pela novela, mas quis saber as lembranças do meu pai sobre aquela época, anotei muitas observações que ele me fez sobre a construção do Trindade. Gabriel Sater

Ele faz ainda uma revelação: "Cheguei a participar a novela, no último capítulo, como coroinha."

A relação com o pai, também presente no remake da trama, só melhorou depois que Gabriel começou a fazer o "novo" Trindade.

Na minha carreira, nunca quis um personagem como quis o Trindade. A novela fez aproximar ainda mais nossa relação de pai e filho. Gabriel Sater

"Ele pediu para que eu fosse livre e construísse o meu Trindade. É uma experiência única. A cada dia que falo com ele, novas tensões são descobertas. Sempre tivemos uma relação muito próxima e a novela nos aproximou ainda mais", contou Gabriel.


Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca

Roberto desconfia de Zuleica. Irma estranha a frieza na recepção de Trindade. Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca. Alcides avisa a Maria Bruaca que pensa em tirar a vida de Tenório. Érica comunica ao pai que sofreu um aborto espontâneo e esconde a verdade de José Lucas. Tenório se nega a vender a fazenda para José Leôncio. Alcides e Maria Bruaca vão à tapera de Juma.

Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca

Roberto desconfia de Zuleica. Irma estranha a frieza na recepção de Trindade. Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca. Alcides avisa a Maria Bruaca que pensa em tirar a vida de Tenório. Érica comunica ao pai que sofreu um aborto espontâneo e esconde a verdade de José Lucas. Tenório se nega a vender a fazenda para José Leôncio. Alcides e Maria Bruaca vão à tapera de Juma.

Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca

Roberto desconfia de Zuleica. Irma estranha a frieza na recepção de Trindade. Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca. Alcides avisa a Maria Bruaca que pensa em tirar a vida de Tenório. Érica comunica ao pai que sofreu um aborto espontâneo e esconde a verdade de José Lucas. Tenório se nega a vender a fazenda para José Leôncio. Alcides e Maria Bruaca vão à tapera de Juma.

Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca

Roberto desconfia de Zuleica. Irma estranha a frieza na recepção de Trindade. Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca. Alcides avisa a Maria Bruaca que pensa em tirar a vida de Tenório. Érica comunica ao pai que sofreu um aborto espontâneo e esconde a verdade de José Lucas. Tenório se nega a vender a fazenda para José Leôncio. Alcides e Maria Bruaca vão à tapera de Juma.