PUBLICIDADE
Topo

Marcos Oliveira enfrenta problemas financeiros e de saúde há quase 6 anos

Marcos Oliveira como Beiçola em "A Grande Família" (TV Globo) - Divulgação/Globo
Marcos Oliveira como Beiçola em "A Grande Família" (TV Globo) Imagem: Divulgação/Globo

De Splash, em São Paulo

03/06/2022 11h05

Marcos Oliveira, 66, conhecido por interpretar Beiçola em "A Grande Família" (TV Globo), agradeceu a ajuda financeira que recebeu de Tatá Werneck.

O ator está passando por problemas financeiros e de saúde e pediu ajuda aos fãs, disponibilizando sua chave pix a quem pudesse contribuir com ele.

Marcos sofre com a falta de emprego e com uma fístula na ureta desde o fim de 2016. Em entrevista ao UOL na época, ele contou que nunca teve contrato fixo com a Globo, mesmo durante a "Grande Família", série que durou 14 anos.

"Não tenho dinheiro para pagar aluguel e as contas. Fiz dois empréstimos para sobreviver acreditando que acharia um trabalho logo. Estou juntando dinheiro para tentar pagar o aluguel desse mês. Se não pagar, daqui a pouco estou sendo despejado", disse.

Tive um problema que só houve nove casos no mundo, sou o décimo: uma fístula. Tenho que fazer mais duas cirurgias, mas agora não dá. Aí começou meu transtorno, fiz várias cirurgias, tratamento de câncer. Graças a Deus na época eu estava contratado, tinha plano de saúde e deu para cuidar. Marcos Oliveira para o UOL em 2016.

Naquele ano, Marcos disse ter gastado R$ 85 mil com a fístula.

Já naquela época, ele ressaltava que estava em busca de um papel como ator. "Quero trabalhar, ter minha dignidade. Não quero ficar receber esmola de ninguém. Parece que meu trabalho não é suficiente ou que não tenha qualidades para ser bem-sucedido no meu trabalho, entendeu?"

No fim de 2017, conseguiu um papel na novela "Deus Salve o Rei", onde interpretou o tio de Tatá Werneck. Com o salário da produção, podê pagar algumas contas e parte de um empréstimo que havia realizado, mas, em 2019, voltou a desabafar sobre os problemas financeiros.

Marcos revelou que recebia uma quantia pelas reprises de "A Grande Família", mas o valor não seria o suficiente para se sustentar. "Quando depositam, é R$ 600, no máximo", disse.

Princípio de infarto

Em 2020, o ator que também é diabético passou por um novo susto. Marcos teve um princípio de infarto e precisou passar por um cateterismo.

Ele disse que gasta cerca de R$ 1 mil com remédios mensalmente devido aos problemas de saúde.

O ator mora em um apartamento de dois quartos em Botafogo, Zona Sul do Rio e paga cerca de R$ 4 mil mensais de aluguel. Ele mora sozinho com suas cadelinhas: Preta, Mel e Lolita, duas vira-latas e um shi tzu, a quem considera sua família. "Sou sozinho, não tenho ninguém, só amigos".

Há cerca de 1 ano, fãs do artista realizaram uma vaquinha e arrecadou mais de R$ 60 mil.

Sentia tratamento diferente na Globo

Em entrevista ao podcast "Só 1 Minutinho", Marcos disse que sentia que as pessoas estavam fazendo um favor para ele e, por causa disso, sentia a forma diferente de como outros artistas eram vistos nas gravações da série da TV Globo.

Sempre fui tratado como 'estamos ajudando o cara'. Eu sentia isso no tratamento distanciado, nas reuniões que eu nunca participava de 'A Grande Família'. Marcos Oliveira

Ele revelou guardar um certo desgosto do canal. "Lá dentro é a carreira. Acho que tenho uma mágoa, mas ao mesmo tempo não tenho. Única coisa que me faz viver não é querer saber da TV Globo. Isso é minha salvação. Não me interessa. Essa TV Globo eu não tenho menor vontade. Gosto do Multishow, das outras possibilidades, dessa coisa nova. Fazer teatro, fazer vídeos", afirmou o ator.

No fim do ano passado, Marcos foi internado novamente, dessa vez com infecção urinária.