PUBLICIDADE
Topo

'Não é fácil envelhecer. É sofrido', diz Sandra Annenberg sobre menopausa

Sandra Annenberg reflete sobre menopausa no "Saia Justa" (GNT) - Reprodução/GNT
Sandra Annenberg reflete sobre menopausa no "Saia Justa" (GNT) Imagem: Reprodução/GNT

Colaboração para Splash, de Pernambuco

26/05/2022 09h04Atualizada em 26/05/2022 09h13

Convidada do "Saia Justa" (GNT) de ontem, a jornalista Sandra Annenberg, 53 anos, fez uma reflexão sobre as dificuldades da menopausa e do processo natural de envelhecimento feminino.

"Não é maravilhoso, não. A mãe fala para a gente da primeira menstruação, da transa - quando fala-, mas ninguém fala sobre a menopausa. É porque é simples: ninguém quer falar sobre envelhecimento. Não é fácil envelhecer, não é gostoso, é sofrido", contou Sandra.

A jornalista descreveu um pouco do que tem passado no seu climatério - o período de transição em que a mulher passa da fase reprodutiva para a fase de pós-menopausa.

"Tem a pele que está seca, dá irritação. São 25 sintomas que existem no climatério e você ainda vai ter o seu. Cada uma vai ter o seu", descreveu.

Demorou a cair a ficha, não foi rápido, não foi fácil.. Achava que eu ia passar batida, que isso não ia me pegar, mas está pegando brabo (o climatério). Você consegue perceber que continua sendo produtiva. Quando se dá conta que não é mais aquela, que não sabe quem é, vem a depressão. Sandra Annenberg

Sandra, contudo, relatou também encontrar lados bons no processo.

"Você não vai menstruar. Tem um lado emocional bom, porque cai uma ficha. Você se olha no espelho e você se reconhece outra pessoa. Eu não sou mais aquela jovem, aquela mulher, sou outra pessoa", começou.

"E eu quero me conhecer daqui pra frente, quero saber quem eu vou ser. É um momento de crise completa. Acredito que depois de todo período crítico, vem a bonança", finalizou a jornalista.