PUBLICIDADE
Topo

Famosos e diretor de doc do Depeche Mode lamentam morte de Andrew Fletcher

Andrew Fletcher durante performance do Dereche Mode em Munique, na Alemanha - Stefan M. Prager/Redferns via Getty Images
Andrew Fletcher durante performance do Dereche Mode em Munique, na Alemanha Imagem: Stefan M. Prager/Redferns via Getty Images

De Splash, em São Paulo

26/05/2022 18h03Atualizada em 26/05/2022 19h32

O fotógrafo e cineasta Anton Corbijn lamentou a morte do tecladista britânico Andrew Fletcher, fundador da banda Depeche Mode, aos 60 anos, junto com outros famosos, inclusive brasileiros. A informação foi confirmada em comunicado divulgado pela banda nas redes sociais e Corbijn fez uma homenagem em sua conta no Instagram.

"RIP Andy 'Fletch' Fletcher. Obrigado por tudo Andy, nos últimos 40 anos. Você partiu muito de repente, o que é um choque para todos nós. meus pensamentos estão com Grainne e seus filhos, assim como com Martin e Dave, e tudo o que é o Depeche Mode", escreveu ele.

Anton Corbijn foi responsável por dirigir parte dos clipes ao longo da carreira do grupo musical e também pelo documentário "Depeche Mode: Espíritos na Floresta (Spirits in the Forest)", lançado em 2019.

A morte de Fletcher foi anunciada pelas redes sociais do grupo. "Estamos chocados e cheios de tristeza com a morte prematura de nosso querido amigo, membro da família e colega de banda Andy 'Fletch' Fletcher". Não foi informado o que causou o óbito.

Outros famosos lamentaram a perda repentina do fundador do grupo, que tem mais de 40 anos.

"Obrigado Fletch por suas contribuições para a música incrível e transformadora do Depeche Mode", escreveu o duo estadunidense Gabriel & Dresden.

O ator e produtor Elijah Wood respondeu a publicação da banda no Twitter com um emoji de choro e repostou a nota oficial do grupo com um coração partido.

"Infelizmente parece que hoje a bruxa está solta e faleceu também o tecladista Andy Fletcher, membro fundador do Depeche Mode, triste", escreveu o músico e compositor brasileiro Paulo Ricardo em seu perfil no Instagram. Ele anunciou ainda que vai regravar a faixa da banda "Enjoy the Silence" no volume 2 do seu "Acoustic Live".

"Muito triste com as notícias de hoje. Andy Fletcher do Depeche Mode morreu. Eu conhecia Andy e o considerava um amigo. Cruzamos muitos dos mesmos caminhos quando éramos jovens. Meu coração está com sua família, os membros da banda e fãs do DM. Descanse em paz, Fletch", escreveu o músico britânico Lol Tolhurst.

"Ainda estamos chegando nos termos com Vangeles que morreu na semana passada. [...] Acho que não conheço ninguém do meu círculo musical que não tenha sido influenciado pelo Depeche Mode de alguma forma ou de outra. Eu até tenho uma tatuagem para honrar o impacto deles na minha própria jornada musical. Descanse em paz Andy Fletcher", homenageou Michael Oakley, músico e cantor britânico.

A jornalista e apresentadora brasileira Mariana Godoy compartilhou uma das músicas do grupo ao se declarar fã e lamentar a morte de Andrew Fletcher: "A música do Depeche Mode que me fez ficar fã da banda R.I.P. Andrew Fletcher".

"Andy Fletcher foi um músico incrível e membro fundador de um dos grupos mais icônicos da nossa geração, Depeche Mode. Seu legado será sentido para sempre em toda indústria e ele vai fazer muita falta", homenageou a Live Nation, empresa que promove shows em diversas partes do mundo.