PUBLICIDADE
Topo

'Ninguém é galã o tempo todo', garante Reynaldo Gianecchini

Colaboração para Splash, do Rio

23/05/2022 04h00

Na peça "Brilho Eterno", em cartaz no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, Reynaldo Gianecchini está num papel bem distante dos galãs que costuma fazer nas novelas. No "OtaLab", o ator falou sobre a imagem que faz de si mesmo.

Otaviano Costa quis saber dele se em algum momento da carreira ele precisou lutar pela "desconstrução da imagem de galã". Giane contou que lida bem com esse papel:

"Não tenho questão nenhuma com essa coisa do galã. Eu acho até que usufruí bem, e fico lisonjeado em ser colocado neste lugar - um lugar que eu nem pensava que existiria na minha vida, honestamente", disse.

Esse cara de Birigui, que sempre sentiu-se meio caipira ,no melhor sentido, de estar num universo muito particular pequeno, e de repente se enxergar como um galã. pra mim era tudo muito doido.

Giane diz que nunca se deixou enganar com o rótulo de galã. "Nunca quis ficar preso nisso, porque eu acho que são rótulos como todos os outros, sempre parece que limita, e eu acho que nunca a gente é uma coisa só, né?", questionou.

Aos 49 anos, o ator se define como "um cara muito pé no chão, zero glamour". E, de certa forma, com o campo de trabalho mais aberto:

Ninguém é galã o tempo todo. Quando você é mais velho, começa a ter mais acesso a outros personagens. O jovem, quando estreia - é muito louco - tem um mercado pronto pra consumir essa coisa da juventude, da beleza. Mas quando você é mais velho, ficam mais abertos a ver seu trabalho de forma mais ampla.

OtaLab

O "OtaLab", o programa de internet que parece TV, pode ser acompanhado pelos canais do Splash no YouTube, Twitter e Facebook. Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui.