PUBLICIDADE
Topo

Dira Paes vive 'Pureza' em novo filme, marco na luta contra escravidão

Dira Paes estrela "Pureza", filme sobre a vida de uma mulher que lutou contra a escravidão contemporânea - Divulgação
Dira Paes estrela 'Pureza', filme sobre a vida de uma mulher que lutou contra a escravidão contemporânea Imagem: Divulgação

Fernanda Talarico

De Splash, em São Paulo

19/05/2022 04h00

Pureza mora em uma região pobre do Maranhão e, para se sustentar, produz e vende tijolos com o filho, Abel. A vida de restrições entristece o jovem, que decide tentar mudar de vida e trabalhar no garimpo. Ao buscar o novo objetivo, Abel desaparece e Pureza não vê outra opção além de ir atrás do filho apenas com a roupa do corpo, uma foto de Abel e uma Bíblia. Então, ela o procura em uma fazenda na qual os trabalhadores são escravos contemporâneos e, além de tentar encontrar o filho, começa a lutar com unhas e dentes contra a escravidão.

A história do filme "Pureza" parece ter sido escrita por um grande romancista, mas a narrativa da produção que chega no dia 19 de maio aos cinemas é verdadeira e baseada na vida de Pureza Lopes Loyola, interpretada no longa por Dira Paes, 52, e que conta com histórias dignas de um drama de Hollywood.

"Foi um presente interpretar Pureza e poder lançar esse filme em um momento tão crítico que estamos atravessando quando estamos falando de meio ambiente, de direitos trabalhistas", contou Paes em entrevista a Splash. "É muito potente para mim ter uma personagem com esse tamanho de dramaticidade dentro da sua potência como personagem e como pessoa real."

Para a atriz, Pureza é uma personagem completa e parece ter sido escrita para brilhar como protagonista de um filme. "A dinâmica entre uma mulher simples, mas extremamente corajosa, determinada e persistente em seus propósitos, porque a partir de uma busca ao próprio filho, ela se deflagra diante de uma situação que ela se sente também convocada a ajudar a todos que estão ao seu redor."

"Quando eu falo de potência de dramaticidade é porque a Pureza é uma personagem irresistível e que foi feita para a grande tela. A dinâmica entre uma mulher simples, mas extremamente corajosa, determinada e persistente em seus propósitos, porque a partir de uma busca ao próprio filho, ela se deflagra diante de uma situação que ela se sente também convocada a ajudar a todos que estão ao seu redor."

Dira Paes e Pureza - Divulgação - Divulgação
Dira Paes e Pureza, a pessoa que inspirou o filme
Imagem: Divulgação

Ligação

A conexão entre Dira Paes e a luta por direitos humanos e meio ambiente vai muito além da apenas interpretar Pureza: ela usa sua voz para ajudar diferentes causas, em prol de uma sociedade mais justa. Para a atriz, poder conectar o lado militante com o lado atriz foi algo bastante positivo para ela.

"Como cidadã e ligada aos direitos humanos tão profundamente, eu me senti realizada e uma certa completude entre personagem e vida real."

Paes acredita que a junção entre os mundos "resultou em um filme encantador". "Eu fui arrebatada pela resposta do público. Estou muito confiante que 'Pureza' será um filme que levará o grande público às salas de cinema."

Dira Paes em 'Pureza' - Divulgação - Divulgação
Cena de 'Pureza'
Imagem: Divulgação

Filme de Conteúdo

"Pureza" conta com a direção de Renato Barbieri, que já tinha trabalhado com o tema da escravidão antes; seu primeiro trabalho sobre o assunto foi em 1998, com "Atlântico Negro - Na Rota dos Orixás".

"Quando surgiu essa história na minha mãe, trazida por um fotógrafo muito talentoso, o Hugo Santarem, eu estava buscando uma história de ficção universal, e aí o tema do trabalho escravo contemporâneo, que eu ainda não havia trabalhado, apenas da escravidão clássica que eu já tinha trabalhado, casou como uma luva", explica a Splash. "Foi uma jornada de 15 anos desde que a ideia me foi apresentada e agora o lançamento.

Para o cineasta, o longa é um "filme de conteúdo e impacto". "Estou buscando fazer isso da minha vida, de buscar urgências e mostrá-las nas telas."

'Pureza' traz essa urgência, porque quem tem escravizado tem pressa. Vivemos esse mundo de muitas urgências.

"O cinema tem um papel importante para sensibilizar as pessoas e trazer à visibilidade o invisível. O trabalho escravo é um crime, ele não é feito à luz do dia, é de uma maneira velada."

A importância, para Dira Paes, está também na relevância cada vez maior do assunto. "Existe uma rede abolicionista no Brasil, da qual eu faço parte, que divulga essa mazela mundial há muitos anos. Não é um problema só brasileiro, é mundial."

"Indústria têxtil, no campo, na cidade. E lançar luz sob esse tema com um filme que não deixa de ser uma aventura dessa personagem por esse Brasil dentro? Ele é um filme potente, com uma produção elaborada, filmada em locações reais, e com participação de ex-trabalhadores reais", conclui a atriz.

Pantanal

Além de "Pureza", Dira Paes também está na novela "Pantanal", da Rede Globo, onde vive Filó, uma mãe que também faz de tudo pelos filhos, assim como a protagonista do filme.

"A mãe é um grande arquétipo na dramaturgia. O papel da mãe realmente, na maturidade de uma atriz, é recorrente. Então, como diferenciar uma mãe da outra? Quais são os perfis femininos que fazem da Pureza tão diferentes da Filó? Sendo que são mães coragens? Todas nós somos. Mas, a história em si, a raiz de cada história, a essência de cada personagem", opina a atriz.

"Fico muito feliz de poder mostrar para o meu público essas novas personagens tão diferenciadas de tudo o que eu fiz. Eu quero muito que o público que goste de 'Pantanal' venha nos prestigiar no cinema para assistir 'Pureza', porque eu acho que vai ser uma maneira de ver a realidade de uma atriz diante de dois personagens tão diferentes, sendo que ambas são mães, mas de onde elas vêm? Quais são seus segredos?", questiona Dira Paes.

Mãe e filho: Filó (Dira Paes) e Tadeu (José Loreto) em 'Pantanal' - Globo/João Miguel Júnior - Globo/João Miguel Júnior
Mãe e filho: Filó (Dira Paes) e Tadeu (José Loreto) em 'Pantanal'
Imagem: Globo/João Miguel Júnior