Topo

Como a advogada de Johnny Depp conquistou fãs em discussão com Amber Heard

De Splash, em São Paulo

19/05/2022 04h00Atualizada em 19/05/2022 14h58

Camille Vasquez, advogada de Johnny Depp, ganhou uma legião de fãs nas redes sociais nos últimos dias após interrogar Amber Heard de forma incisiva — e, por vezes, agressiva — no processo de difamação que o ator move contra a ex-mulher.

No Twitter, ela foi exaltada em memes feitos pelos fãs de Johnny Depp. No TikTok, vídeos envolvendo seu nome já têm mais de 500 milhões de visualizações.

Segundo o site "The Tab", Camille Vasquez se formou em Direito em 2010, e este é seu primeiro caso envolvendo celebridades. Ela é especialista em representar a parte acusadora em processos de difamação.

Durante seu interrogatório, Vasquez acusou Amber Heard de inventar acusações de violência sexual, de ter "ciúmes" do ex-marido e de editar as fotos que mostram seu rosto após agressões para deixar os hematomas mais aparentes.

Além disso, sugeriu que Johnny Depp não foi a única vítima de agressão de Amber Heard.

Após um vídeo exibido no tribunal de Johnny Depp zombando do filme "Aquaman" durante uma briga, a advogada questionou a atriz: "O Sr. Depp conseguiu esse papel para você, não conseguiu?"

Heard respondeu: "Não, senhorita Vasquez, eu consegui esse papel fazendo testes".

"Johnny Depp está vencendo nas redes sociais, então sua advogada também está", afirma Juda Engelmayer, especialista em gerenciamento de crises, em entrevista ao jornal "The Daily Beast". Engelmayer foi a porta-voz de Harvey Weinstein durante os julgamentos por assédio sexual.

"Historicamente, mulheres que defendem homens acusados de crimes sexuais enfrentam ódio nas redes sociais. Mas Camille Vasquez parece ter se beneficiado da aclamação a Johnny Depp", diz Engelmeyer.

Ela completa: "No fim das contas, tem a ver com amabilidade. As pessoas sempre querem amar Johnny Depp. Ele está aí há 35 anos. Se ele apoia alguém, essas pessoas também querem apoiar".

Donna Rotunno, advogada de Weinstein nos julgamentos de 2020, também foi entrevistada pelo jornal. A jurista, alvo de ataques nas redes sociais na época, disse que a diferença na reação dos fãs pode ser explicada pelo fato de que o processo envolvendo Johnny Depp e Amber Heard não é criminal — o que está em julgamento não é a suposta agressão, e sim a difamação.

"As pessoas estão muito dispostas a apoiá-los porque não têm medo de serem canceladas por isso", opina Rotunno.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Como a advogada de Johnny Depp conquistou fãs em discussão com Amber Heard - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL