PUBLICIDADE
Topo

Yudi Tamashiro rebate críticas por tatuagens: 'Fiz antes de me converter'

Yudi Tamashiro rebate críticas sobre suas tatuagens - Reprodução/Instagram
Yudi Tamashiro rebate críticas sobre suas tatuagens Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

18/05/2022 10h37Atualizada em 18/05/2022 10h39

O cantor Yudi Tamashiro desabafou e rebateu críticas sobre suas tatuagens após se converter à religião evangélica.

Em seu perfil do Instagram, o artista compartilhou um vídeo respondendo uma pergunta do porque ele não retira as tatuagens feitas antes de se converter. "O mais engraçado é que esses mesmos pastores que falam para eu retirar minhas tatuagens, a mulher dele está fazendo micropigmentação, que é tatuagem, na sobrancelha e ele na careca que está ficando com entradas", afirmou.

"Tem tatuagem que eu fiz antes de me converter que eu não faria hoje, como esse bonequinho pulando. Não faria, mas eu não fiz nenhuma tatuagem de capeta ou simbolo do nazismo. Não fiz nada disso, entende? Outro ponto, eu fiz porque meus pais não ligam. Minha mãe fez essa junto comigo. Agora se meus pais virassem e falassem 'Filho, eu não gosto de tatuagem e não quero que você se tatue', aí beleza porque eu respeito meus pais. Outra coisa também, eu escuto a voz de Deus. Se Deus vira e falar assim 'A partir de hoje, você não faz mais tatuagem', parei, mas ele nunca falou isso dentro de mim. Nunca senti isso. Tem várias outras coisas que eu parei de fazer porque Deus pediu", completou.

Na legenda, ele escreveu: "Receba". Nos comentários, fãs e amigos apoiaram o artista. "Arrasou", comentou Thayse Teixeira. "Fico impressionada com a capacidade do ser humano em julgar o outro", apontou uma seguidora. "Dizem que o corpo é o nosso templo. Cada um decora as paredes como quiser", comentou outra.

Recentemente, Yudi Tamashiro compartilhou imagens de seu novo carro. Ele mostrou um Audi A5 personalizado, carro avaliado em R$ 247 mil segundo os dados da Tabela FIPE.