PUBLICIDADE
Topo

Sarah Jessica Parker não falou com Chris Noth após acusações ao ator

Sarah Jessica Parker e Chris Noth no revival de "Sex and The City" - Reprodução/HBO Max
Sarah Jessica Parker e Chris Noth no revival de 'Sex and The City' Imagem: Reprodução/HBO Max

Colaboração para Splash, em São Paulo

18/05/2022 08h42

A produtora executiva de "And Just Like That", Sarah Jessica Parker, de 57 anos, disse que ainda não conversou com o ator Chris Noth, de 67 anos, desde que ele se envolveu com a polêmica por acusações de agressão sexual.

"Nem sei se estou pronta para falar sobre isso", desabafou Sarah ao THR na terça-feira.

"Mas eu não acho... eu não estava reagindo [ao escândalo] como produtora. Eu deveria ter trabalhado nisso porque estou apenas... é apenas...", continuou.

Chris interpretou o marido de Carrie Bradshaw - o financista John James Preston/Sr. Big - em todas as seis temporadas de "Sex and the City" da HBO, dois spin-offs de filmes e a nova série da HBO Max.

Em dezembro do ano passado, o ator negou ter agredido sexualmente as duas mulheres que se apresentaram ao THR, e ainda afirmou que os 'encontros foram consensuais'.

Entenda

O ator Chris Noth, conhecido por interpretar o Mr. Big em 'Sex and The City', está sofrendo as consequências das acusações de assédio recebidas na semana passada.

Em comunicado para a imprensa, os responsáveis pela série 'The Equalizer' se pronunciaram sobre a participação do ator. "Chris Noth não irá filmar episódios adicionais de 'The Equalizer', com efeito imediato", declararam a produtora CBS e a Universal Television.

Chris será visto em um dos episódios já filmados da série, além das reprises que irão ao ar. Os representantes oficiais do ator foram buscados pela revista 'People' para comentar o assunto, mas não responderam.

Noth foi acusado de assédio sexual por três mulheres diferentes. Dois dos relatos foram publicados primeiramente no veículo 'The Hollywood Reporter', onde Zoe e Lily falaram sobre os encontros com o ator em 2004 e 2015, respectivamente. O ator já se pronunciou sobre os casos, dizendo que as acusações são "categoricamente falsas", e que os encontros foram todos consensuais.