PUBLICIDADE
Topo

Carlinhos Maia sobre 'demora' para se assumir: 'A gente tem medo de morrer'

Carlinhos Maia não quis se assumir por "medo de morrer" - Reprodução/Instagram
Carlinhos Maia não quis se assumir por 'medo de morrer' Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

18/05/2022 09h18

Sempre um livro aberto com os fãs, Carlinhos Maia contou alguns detalhes sobre sua vida pessoal em participação no canal do Matheus Mazzafera e aproveitou para desabafar sobre as reclamações que ouviu a respeito da 'demora' para se assumir. O influencer passou anos negando que vivia um relacionamento com Lucas Guimarães e falou sobre o romance pouco tempo antes de casar. Os dois estão juntos há 14 anos.

O apresentador puxa o assunto, recordando a primeira vez que Maia participou do canal. "Eu me assumi com 18, mas eu lembro que antes de eu assumir, eu passei - acho que todos nós, não importa a idade, a gente tem um tempo pra aceitação (da homossexualidade). Você, quando veio aqui, ainda não era assumido. Porque a gente fica com muito medo da sociedade, do que os outros vão falar, se a gente vai ser aceito ou não vai...", diz.

Carlinhos, então, dá seu parecer: "Eu acho que eu tinha mais medo de matarem minha gente. Uma coisa que eu acho péssima na internet é quando tentam arrancar as pessoas do armário a todo custo. (...) A gente também tem medo de morrer".

Entrando em mais detalhes sobre sua vida pessoal, Carlinhos admite que, mesmo tendo passado por problemas recentes no casamento com Lucas, cair na rotina não é um deles: "A gente não cai, porque eu sou muito fogoso, eu crio muito rápido, igual nos Stories. Sabe aqueles Stories que vocês assistem? Têm histórias da minha vida particular também. Então, toda hora eu tô inventando. Eu quero botar a garrafa de champanhe dentro do c*, quero fazer altas coisas... Vamos pras Maldivas um depilar o outro, faço coisas terríveis, não tem isso, não", admite.

Aliás, Carlinhos recorda de uma briga feia antes da fama, na frente de todo mundo, justamente por causa do marido. "Já joguei taça de vinho na cara, com ciúmes. O ciúme me deixa doido. Foi há muito tempo, eu nem era famoso, com um amigo nosso, eu tinha brigado com o Lucas e ele (rapaz da briga) era muito meu amigo, aí ele levou o Lucas pra uma balada e ficou oferecendo homem pro Lucas. Aí estava todo mundo em uma mesa, eu esculhambei o menino, joguei taça de vinho, parecia novela mexicana. 'Cachorra, vagabunda, cadela...'", detalha.