PUBLICIDADE
Topo

Compositor acusa Edir Macedo de plagiar tema tocado há 27 anos na Universal

Liderada por Edir Macedo, Universal entrou com ação na 1ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem do Fórum Cível de São Paulo contra igreja de ex-número 2 do bispo - Alan Santos-PR
Liderada por Edir Macedo, Universal entrou com ação na 1ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem do Fórum Cível de São Paulo contra igreja de ex-número 2 do bispo Imagem: Alan Santos-PR

Diego Garcia

Colaboração para Splash

15/05/2022 04h00

Um compositor chamado Valfredo Filho foi à Justiça contra Edir Macedo cobrando direitos autorais pela exibição de uma música supostamente de sua autoria, que vem sendo cantada na Igreja Universal há quase 30 anos.

O músico alega que compôs a canção "Ao Vencedor" em 1992, tendo registrado a partitura da obra dois anos depois, com o pseudônimo Alfredo Júnior.

Porém, ele afirma que a música passou a ser cantada na Igreja Universal em 1995, fato que Valfredo tomou conhecimento apenas no ano 2000, sem ter tomado providências.

Apenas em 2018 ele entrou em contato com a Associação Brasileira de Música e Artes, apontando que a música era de sua autoria. A partir daí, passou a receber os créditos após resolver o impasse.

Então, o compositor foi ao Judiciário indicando que a canção vem sendo utilizada desde os anos 1990 em cultos religiosos e constando em sites de letras como sendo de autoria do Bispo Edir Macedo.

Valfredo diz que deixou de receber direitos autorais como compositor legítimo da canção e pediu uma indenização de R$ 550 mil por danos materiais.

O processo foi aberto no tribunal de Ubatuba e uma carta precatória já foi expedida para a capital São Paulo, a fim de que o bispo seja citado para se defender na ação.

A assessoria de imprensa da Igreja Universal afirmou a Splash que, como o Bispo Edir Macedo ainda não foi citado na ação — não tendo, assim, conhecimento do teor do processo —, não é possível emitir qualquer comentário neste momento.