PUBLICIDADE
Topo

Jade Picon deve ter registro para atuar na TV; saiba do que ela precisa

Jade Picon precisa de um registro emitido por uma DRT (Delegacia Regional do Trabalho) para trabalhar como atriz - Reprodução/Instagram
Jade Picon precisa de um registro emitido por uma DRT (Delegacia Regional do Trabalho) para trabalhar como atriz Imagem: Reprodução/Instagram

Ane Cristina

De Splash, em São Paulo

13/05/2022 04h00

A informação de que Jade Picon deve estar no elenco de "Travessia", próxima novela de Gloria Perez na Globo, movimentou os bastidores do mundo artístico.

Segundo Lucas Pasin, colunista de Splash, a ex-BBB está confirmada e agradou bastante à autora da trama.

Atrizes de novelas detonaram a escalação e Hugo Gross, presidente do SATED-RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro), disse que a instituição tentará barrar a participação da influenciadora na produção.

A lei é muito clara. Sem registro, não trabalha. Isso não é uma perseguição do sindicato a nenhum influencer, a nenhuma pessoa, isso não é uma perseguição às empresas que tão dando trabalho, porque nós, da arte, precisamos de trabalho, nós precisamos realmente que fomentem o trabalho. Hugo Gross, presidente do SATED-RJ, em entrevista a Splash

"Eu posso dizer que a minha gestão vai cumprir a lei. A gente vai fazer de tudo, dentro da legalidade, para que uma empresa de radiodifusão entenda que tem que contratar profissionais e não pessoas que têm seguidores", declarou ainda Gross.

O que diz a lei?

Segundo a Lei 6.533, promulgada em 1978, artistas e técnicos que trabalham na TV, cinema, teatro, publicidade, etc. precisam ter o registro profissional emitido por uma DRT (Delegacia Regional do Trabalho). A sigla DRT se tornou a forma popular de dizer no meio artístico que se tem o "certificado" legal para trabalhar.

Ainda de acordo com a lei, para conseguir o registro como ator ou atriz é necessário ter diploma em um curso superior de artes cênicas ou em um curso de teatro reconhecido pela Delegacia de Ensino do MEC (Ministério da Educação).

Quem não tem nenhum diploma precisa comprovar a profissão através do histórico profissional. No caso do SATED-RJ, é necessário apresentar currículo com todas as comprovações de trabalho com fala nos últimos 3 anos consecutivos para registro provisório. Para registro definitivo, o período sobe para 5 anos consecutivos.

Entre os documentos aceitos para a comprovação estão cartazes, filipetas, programas, contratos, notas contratuais, recibos, carteira assinada e declarações com firma reconhecida.

Quando criança, Jade chegou a contracenar com Reynaldo Gianecchini em um comercial, mas não foi muito além disso. Sendo assim, pelo menos por enquanto, o caminho mais fácil para ela conquistar um registro profissional é começando a estudar para iniciar a carreira de atriz.

BBB 22: Os looks usados por Jade Picon