PUBLICIDADE
Topo

Tati Zaqui revela medo de 'tomar bala perdida' em show interrompido por PM

Show de Tati Zaqui foi interrompido pela polícia - Reprodução/Instagram
Show de Tati Zaqui foi interrompido pela polícia Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, de São Paulo

13/04/2022 15h06Atualizada em 13/04/2022 15h49

Na madrugada do último domingo (10), um show de Tati Zaqui em Ponta Porã (MS) foi interrompido por policiais militares. Segundo relatos, as autoridades estavam armadas com fuzis. Com isso, a cantora deixou o palco visivelmente abalada e, hoje, revelou que estava com medo de "tomar uma bala perdida".

Além do medo de ser atingida por uma bala perdida, a famosa relatou que viu parte da plateia sendo quase pisoteada pelos policiais. "Na hora, o medo era de tomar uma bala perdida. Por isso, saí do palco imediatamente, pelo bem da minha pessoa e da minha equipe, e também para agilizar a saída de todas as pessoas do baile", contou em entrevista ao 'Globo'.

Segundo a artista, todos estavam com medo e tentaram sair o mais rápido possível do local. No entanto, para sair do ambiente, não foi nada fácil, uma vez que havia mais de dois mil universitários no evento. "Estava todo mundo se apertando com medo, querendo sair, correndo risco de ser pisoteado. Foi um terror. Quando cheguei ao hotel, vomitei bastante e fiquei bem nervosa", continuou.

Em nota, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul comunicou que recebeu "vários chamados por perturbação do sossego" e que iniciou um "procedimento administrativo para esclarecer a dinâmica dos fatos", ou seja, avaliar a conduta dos PMs na ocasião.

Ainda na nota, a PM informou que se emitiu uma ordem para desligar o som, a qual foi ignorada pelos músicos. Por sua vez, Tati Zaqui reforçou seu medo e avisou que está aguardando mais informações sobre o ocorrido. "No momento ninguém entendeu nada o que estava acontecendo, porque estava tudo muito normal. Era um show normal e, de repente, todo mundo saiu correndo", finalizou.