PUBLICIDADE
Topo

Felipe Araújo lembra quando bateu carro de Cristiano Araújo: 'Arrebentei'

Felipe Araújo e o irmão, Cristiano Araújo - Reprodução/Instagram
Felipe Araújo e o irmão, Cristiano Araújo Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em Maceió

09/04/2022 20h04

O cantor Felipe Araújo relembrou a ocasião em que colidiu um automóvel pertencente ao seu irmão, o também cantor Cristiano Araújo, que faleceu em 2015, e ainda deixou outros dois veículos destruídos.

Durante participação no podcast Ticaracaticast, Felipe explicou que na época do ocorrido, em 2010, ele estava com 15 anos, e tinha acabado de sair de férias da escola, então decidiu pegar o carro do irmão para aprender a dirigir, mas a tentativa findou em prejuízo financeiro para seu pai, João Reis, que estava desempregado.

Ainda, o sertanejo pontuou que a situação ficou agravada porque Cristiano iria vender o veículo para arcar com os custos da gravação de seu primeiro DVD.

"Meu, assim, a gente estava sem grana. Meu pai tinha acabado de ser demitido do emprego dele, o Cristiano ia gravar o primeiro DVD, finalzinho de 2010, eu tinha 15 anos... Foi no dia que sai de férias da escola... E aí o Cristiano estava vendendo o carro dele para pagar os custos do DVD, e eu cheguei em casa, ele dormindo ainda, ele sempre dormia até muito tarde porque trabalhava a noite inteira nos barzinhos lá em Goiânia, e aí eu entrei escondido no quarto dele, peguei a chave do carro para aprender a dirigir... Arrebentei o carro dele na primeira esquina. Sai do prédio bateu em [outros] dois carros. Então além de ter perdido o carro, ainda bati em [mais] dois [veículos]. Tinha que pagar os outros dois", contou.

Araújo ressaltou que um dos veículos destruídos pertencia a um açougueiro, que necessitava do automóvel para trabalhar. Então seu pai custeou primeiro o conserto do veículo do açougueiro.

Por fim, Felipe Araújo admitiu que teve medo de apanhar de Cristiano Araújo, mas no final as coisas se acertaram e o cantor Jorge, da dupla com Mateus, emprestou R$ 20 mil para custear a gravação, além de aceitar o convite para participar do DVD — juntos, ele e Cristiano entoaram a canção "Efeitos".

"E aí graças a Deus o Jorge, do Jorge e Mateus, emprestou uma grana para o Cris na época, faltando uma semana para gravar o DVD, e participou ainda do DVD que estourou a carreira do Cristiano", completou.