PUBLICIDADE
Topo

Lulu Santos se manifesta no palco do Lolla: 'Cala a boca já morreu'

Lulu Santos encerra show da Fresno no Lolla e se manifesta contra censura - Reprodução/Multishow
Lulu Santos encerra show da Fresno no Lolla e se manifesta contra censura Imagem: Reprodução/Multishow

Colaboração para Splash, de Pernambuco

27/03/2022 16h04Atualizada em 27/03/2022 16h05

Convidado da banda Fresno para subir ao palco no final de seu show no terceiro e último dia de Lollapalooza, Lulu Santos foi mais um dos artistas a se manifestarem contra a decisão do TSE de proibir atos políticos no festival.

"Como diz Carmen Lúcia, cala a boca já morreu, quem manda em minha boca sou eu", declarou Lulu logo após cantar "Já Faz Tanto Tempo", música que tem em parceria com a Fresno.

Ao final do show, após ele e a banda cantarem "Toda Forma de Amor", música de Lulu, o cantor voltou a se manifestar e gritou "Censura, nunca mais", sendo novamente aplaudido pela plateia presente.

Mais cedo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vetou manifestações políticas por parte dos artistas durante o evento, principalmente após a apresentação de Pabllo Vittar, que carregava uma bandeira do ex-presidente Lula (PT).

Filiado ao PL, Jair Bolsonaro entrou com uma ação no tribunal depois da manifestação contrária à sua liderança no festival de música. Com isso, alegou propaganda eleitoral antecipada.

Mas antes mesmo de Lulu chegar, Lucas Fresno já havia colocado "Fora Bolsonaro" no telão durante a música "F*deu" e cantou versos falando que "o presidente quer nos exterminar".