PUBLICIDADE
Topo

Karina Bacchi diz que presenciou uso de drogas e orgias em festas da Globo

De Splash, em São Paulo

19/03/2022 08h59Atualizada em 19/03/2022 15h47

Depois de dizer que parou de atuar porque via os beijos técnicos como adultério, Karina Bacchi volta a dizer que não se sentia à vontade no meio artístico da Globo. Em entrevista ao YAHPodCast, ela afirma que as festas dos diretores tinham drogas e sexo:

"Festas de... Assim, pensar 'vou no banheiro rapidinho' e quando abrir uma porta errada dar de cara com uma mesa com droga, cocaína, um com outro, com três, com quatro", relembra.

"Juro, uma festa em casa de diretor. Chegava lá, via essas coisas e falava: não é possível! Atores que estão na novela. E tudo aquilo foi me tirando prazer de atuar. Primeiro que eu comecei a ver esse ambiente e não me sentir à vontade, depois eu passei a meio que julgar as personagens."

"Por mais que seja interessante a gente fazer um personagem, viver outra história, eu comecei a colocar na balança algumas coisas do tipo: esse personagem está dando qual exemplo? Isso está saindo da minha boca, mas é tão feio, eu jamais falaria. Por que num personagem eu vou falar?"

Karina diz, também, que nunca se sentiu à vontade na profissão: "Desde o princípio, eu não me encaixava com aquele ambiente. As poucas festas que eu fui, eu me sentia um peixe fora d'água".