PUBLICIDADE
Topo

Preta Gil recorda morte de Paulo Gustavo: 'Fui num fundo de poço'

Preta Gil se emociona ao homenagear Paulo Gustavo durante show em Niterói, cidade natal do ator - Reprodução/Instagram
Preta Gil se emociona ao homenagear Paulo Gustavo durante show em Niterói, cidade natal do ator Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

11/03/2022 15h16

Preta Gil foi uma das grandes amigas de Paulo Gustavo que precisou se reerguer após a morte do humorista. A cantora admite que se viu em um 'fundo do poço' e conta como faz para tentar superar a dor da perda.

"Eu fui num fundo de poço real, um estado de tristeza, de desespero. Mas eu tentei e tento todos os dias ressignificar essa dor em mim, pensando em como o Paulo gostaria que eu estivesse reagindo, como ele gostaria de me ver feliz", conta a cantora, em entrevista à revista Claudia.

Além da perda do amigo, Preta também precisou lidar com a morte da avó, além de passar um longo período longe dos palcos devido à pandemia da covid-19. "Estar no convívio com o meu filho e minha neta, viver essa presença de amor e afeto, me dá forças para continuar", explica.

Preta, que lançará um novo álbum ainda este ano, admite que foi difícil voltar aos estúdios após todo esse tempo longe do trabalho. "O primeiro dia foi uma dor muito grande - porque criar é muito prazeroso, mas também muito doloroso. Você tem que se conectar com a sua inspiração e buscar esse sentimento nas coisas boas da vida. No cenário pandêmico e caótico em que a gente está, fica difícil. A atmosfera não é propícia para isso. Eu fui pela arte", comenta.