PUBLICIDADE
Topo

Jornalista que apresentou JN deixa TV Gazeta para entrar na política

Philipe Lemos na bancada do JN em setembro de 2019 - Reprodução/ Globoplay/ TV Globo
Philipe Lemos na bancada do JN em setembro de 2019 Imagem: Reprodução/ Globoplay/ TV Globo

Caio Santana

De Splash, em São Paulo

08/03/2022 16h46Atualizada em 08/03/2022 17h36

O jornalista e apresentador Philipe Lemos, que chegou a entrar para o rodízio de apresentadores da bancada do "Jornal Nacional" (TV Globo), deixou a TV Gazeta, afiliada capixaba da Globo, após 16 anos de trabalho. Ele pretende ingressar na vida política e tentar vaga de deputado federal. A informação foi dada pela colunista de política de A Gazeta, Letícia Gonçalves, e confirmada por Splash.

A Splash, Philipe Lemos disse que não está filiado a nenhum partido no momento, mas já realiza conversas. Por normas, ele não poderia estar filiado enquanto fosse funcionário. "Pedi meu desligamento [da TV Gazeta]. A formalização se deu hoje", explicou.

A Rede Gazeta confirmou que Philipe Lemos comunicou a saída da emissora hoje e que o mesmo tinha "intenção de entrar na vida política".

"Nesta terça-feira (08), ele comunicou aos colegas a intenção de ingressar na vida política, e Rafaela Marquezini seguirá como titular do telejornal", publicou o grupo de comunicação em sua conta no Instagram.

A nota também dá detalhes do porquê funcionários não podem se filiar a partidos políticos: "Conforme consta no 'Rede de Valores', documento que reúne as nossas diretrizes éticas e editoriais, os jornalistas são proibidos de participar de qualquer atividade político-partidária, e em nenhuma hipótese funcionários podem ter sua imagem identificada com políticos ou partidos".

Até o momento, Lemos ainda não definiu quais bandeiras ou pautas deve levantar na campanha eleitoral. "Estou alinhando um texto mais completo [...]. É uma parte de suma importância. Por isso, o cuidado com esse tema", pontuou.

O jornalista de 39 anos nascido na Paraíba e crescido no Espírito Santo estava de férias e era apresentador fixo do telejornal "ES1" há 12 anos. Ele estava na Rede Gazeta desde 2006.

Quando apresentou o Jornal Nacional pela primeira vez em setembro de 2019, Lemos chamou atenção dos telespectadores. "Estou morta porque Philipe virou crush de metade da audiência do 'Jornal Nacional' ", brincou um deles na época.

"Vamos todos mais uma vez, o Espírito Santo inteiro mais uma vez. Eu e mais quatro milhões [de capixabas]. É mais uma oportunidade importantíssima, única, de levar o nosso estado, nossa cultura e belezas para o principal telejornal do Brasil", disse Philipe Lemos no ES1, prestes a ir para o Rio de Janeiro apresentar o JN pela segunda vez, em 2020.