PUBLICIDADE
Topo

Cantor do Calcinha Preta diz que o maior sonho de Paulinha era ser mãe

Colaboração para Splash

23/02/2022 22h45

A cantora Paulinha Abelha, que morreu hoje aos 43 anos, tinha como maior sonho a maternidade. É o que afirmou o cantor Daniel Diau, seu companheiro nos vocais da banda Calcinha Preta, em entrevista ao programa "Cidade Alerta Sergipe", da TV Atalaia, dias antes da morte da colega.

"A vontade dela é de ser mãe. Quando ela passou mal de repente [logo antes da internação], achamos que fosse gravidez. O sonho dela era esse. Ela chegou a fazer tratamento para engravidar", revelou o músico ao repórter Lucas Moura, durante a edição da última sexta-feira (18) do programa.

Daniel também falou naquele então sobre quando Paulinha manifestou os primeiros sintomas de que não estava bem.

"Não foi diagnosticado o que realmente causou tudo isso. Ela teve náuseas, vômitos. Estávamos em São Paulo, a minha esposa e o marido dela ficaram conosco depois que a banda voltou para Aracaju", revelou.

"Paulinha e o marido pegaram um voo e, quando eu e a minha esposa voltamos, descobrimos que ela estava internada. Mas vamos continuar orando. Paulinha Abelha ainda vai pousar em muitas flores por aí", acrescentou o cantor.

Paulinha Abelha teve sua morte confirmada por volta das 20h de hoje, pelo Hospital Primavera, de Aracaju.

Morre Paulinha Abelha, vocalista do Calcinha Preta, aos 43 anos