PUBLICIDADE
Topo

Homem suspeito de matar MC Boco a tiros em show é preso

MC Boco do Borel - Reprodução/Instagram
MC Boco do Borel Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

07/02/2022 12h06Atualizada em 07/02/2022 13h19

O suspeito de matar MC Boco do Borel foi preso na última madrugada em Ipojuca (PE). O pioneiro do bregafunk foi assassinado em 26 de dezembro enquanto se preparava para se apresentar em um bar na praia de Serrambi, também em Ipojuca.

O nome do suspeito e as possíveis motivações do crime não foram divulgadas pela Polícia Civil de Pernambuco. As investigações foram coordenadas pelos delegados Claudio Neto e Marcos de Castro.

No dia do crime, MC Boco estava começando a sua apresentação quando um homem com touca ninja, que cobria o rosto, foi para a frente do palco e disparou tiros de arma de fogo. O bar não tinha câmeras de segurança.

A perícia apontou que o cantor teve 15 perfurações pelo corpo, inclusive na cabeça. Ele chegou a receber socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

Pioneiro no brega funk

Entre os maiores sucessos de Boco do Borel estavam as músicas "Vem Novinha Mim Ter", "Novinha Merece Sim", com Sheldon, e "Vem Novinha Tomar Toddynho".

Em suas músicas, Boco do Borel falava sobre mulheres, drogas e dinheiro. A vida pessoal não era menos polêmica do que as suas composições. Boco foi preso em 2020 por suspeita de tráfico de drogas. Por mais de um ano, o funkeiro ficou detido no no Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife.

O MC tinha uma filha, de 2 anos, fruto do casamento com Alynne Cristina.