PUBLICIDADE
Topo

Pastora e cantora gospel Ludmila Ferber morre aos 56; amigos e fãs lamentam

De Splash, em São Paulo

27/01/2022 08h48Atualizada em 27/01/2022 16h02

A pastora e cantora gospel Ludmila Ferber morreu na noite de ontem, aos 56 anos. A informação foi confirmada por amigos e por suas três filhas nas redes sociais.

No início de 2018, ela anunciou que havia sido diagnosticada com câncer de pulmão: "Essa é a hora de profetizar profundamente as canções que abençoa a tantos por todos esses anos", escreveu no Instagram ao fazer sua primeira sessão de quimioterapia.

"Comunicamos que o Senhor Jesus levou nossa mãe, pastora, amiga, Ludmila Ferber, para a Sua glória. Apesar da tristeza que sua ausência física nos traz, não viemos aqui com pesar em nossos corações, porque sabemos que no Senhor temos a vida eterna, uma vida plena, cheia de saúde e alegria, e é lá que nossa mãe se encontra agora", disseram as filhas Ana Lídia, Vanessa e Daniela no perfil da mãe no Instagram.

Elas informaram que vão fazer um culto de ação de graças e falaram que "todos vocês que a amam estão convidados", pedindo para que sejam usadas roupas brancas e coloridas. "Não se vistam de preto. Não é um dia de lamentação, mas de celebração, pois há muito o que se agradecer".

Fernanda Brum, amiga de Ludmila e também cantora gospel, lamentou a perda nas redes sociais: "Mila, minha amiga, meu coração... Você foi, você é, nossa amizade, seu ministério... São tantas histórias e lembranças que não cabem num post, numa foto. Temos uma vida e um legado. Eu amo você, o que você deixou de aprendizado".

"Aprendi muito com ela, minha amiga, minha Mila, descanse em paz com nosso Deus, amigo e salvador. Nos encontraremos na eternidade e ela verá os frutos de tudo que plantou! Amor e lágrimas, gratidão? até breve e não adeus."

A pastora e cantora gospel Cassiane também fez uma homenagem para a amiga: "Receber essa notícia? foi de doer o coração! Não fomos feitos para separação? Por isso a dor!"

"O coração chora? Mas, dia 26/01 é o dia que ela pôde dizer: Combati o bom combate? Acabei a carreira e Guardei a Fé!"

Matheus Baldi, colunista de Splash, era fã de Ludmila e relembrou a forma como a cantora marcou sua vida: "Escolhi essa foto por ser da gravação do álbum 'Aliança' — meu favorito dela — gosto de todas as músicas, sem exceção".

"Esse CD foi, inclusive, um dos presentes de Natal mais marcantes que já ganhei na vida, da minha mãe. Ludmila, suas mensagens de fé em formato de canções ultrapassarão o tempo."