PUBLICIDADE
Topo

Suzana Alves diz que já usou dublê em cena de beijo: 'Não é carnal'

Suzana Alves, a eterna Tiazinha - Reprodução/Instagram
Suzana Alves, a eterna Tiazinha Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

27/01/2022 07h26Atualizada em 27/01/2022 08h41

Convertida há mais de 20 anos, Suzana Alves, a ex-Tiazinha, revelou que usa dublê em cenas de beijo ou nudez em novelas devido à sua religião.

"Hoje fico à disposição de Deus e não aceito nenhum trabalho sem falar antes com o meu marido [o ex-tenista Flavio Sarettta]. Não é 'tudo me convém'. Deixo de fazer muitas coisas porque eu não acredito. O nu, o beijo de língua, eu não faço. Por isso que eu faço poucos trabalhos", afirmou em entrevista ao canal de Karina Bacchi, no YouTube.

"Quando você está fazendo um trabalho, não existe um arrepio, não é carnal. É trabalho. O que vale é a intenção do coração. É óbvio que eu tenho meu limite físico. A gente teve um dublê agora, numa cena que eu tinha que beijar muito, nós tivemos dublê. Nem uma vez eu beijei. A gente beija na bochecha, e a pessoa está achando que estamos beijando na boca", completou.

Suzana contou ainda que uma vez mordeu a língua de um ator famoso, com quem contracenou numa peça no início da carreira, por ele ter "avançado o sinal durante a cena". "Foi uma falta de respeito. Hoje, ele, um excelente ator, me respeita de uma forma que ele abaixa a cabeça quando me vê", falou.

A atriz afirmou que já pensou em desistir da carreira artística devido à sua religião.

"Mas fazendo o processo de criação das personagens, descubro que amo isso. Deus sabe que no fundo é uma autossabotagem de querer não estar mais no meio artístico. No fundo, nasci para ser artista, nasci para brilhar, e tenho e devo encarar essa realidade. Porque é essa a minha missão: brilhar à luz dele. Onde ele me colocou desde criança. Esse entendimento, estou tendo agora, de aceitar mais, de dar mais entrevistas. Vira e mexe eu dou uma surtada, tenho minhas crises, porque somos seres humanos", finalizou.