PUBLICIDADE
Topo

Advogado de Douglas Silva repudia ataque contra o ator: 'É um sociopata'

Douglas Silva, do BBB 22, foi alvo de ataque racista fora da casa - Reprodução/TV Globo
Douglas Silva, do BBB 22, foi alvo de ataque racista fora da casa Imagem: Reprodução/TV Globo

Felipe Pinheiro

De Splash, em São Paulo

26/01/2022 12h49

Advogado que representa Douglas Silva, Ricardo Brajterman irá ao Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) com uma procuração deixada pelo ator antes de entrar no "BBB 22" (TV Globo). Douglas foi alvo de um ataque racista por parte de um blog, que pode responder a uma série de crimes, como injúria racial, difamação, incitação à violência e ameaça.

Por conta desta autorização de Douglas, o advogado afirmou que a mulher do brother não deve comparecer à delegacia para prestar queixa. A Splash, Brajterman repudiou a violência sofrida pelo ator.

"Quem está por trás desse blog é extremamente doente e não pode, em hipótese alguma, estar dentro do convívio social. É um sociopata que tem que estar na cadeia", afirmou o advogado, que comparecerá à delegacia acompanhado de um representante da Comissão de Combate às Discriminações e Preconceitos da ALERJ.

Na tarde de hoje, o perfil oficial do ator publicou um comunicado sobre o ocorrido.

"Todas as medidas judiciais já estão sendo tomadas pela família de Douglas a fim de que os responsáveis sejam investigados e punidos na forma da Lei. É inacreditável, inadmissível e inconcebível que isso ainda aconteça nos dias atuais", diz o texto.

Linn da Quebrada também sofreu ataques do mesmo autor do blog. Procurada pela reportagem, a assessoria da artista disse estar analisando o caso com a equipe jurídica.

Entenda o caso

Douglas Silva foi vítima de um autor anônimo que publicou um texto sobre o ator. "Desde quando são permitidos macacos como integrantes de reality shows? Douglas Silva não passa de um primata, nada mais e nada menos", diz um trecho do texto, que utiliza uma imagem da Klu Klux Klan, uma organização racista e terrorista dos Estados Unidos que começou no século 19 após a Guerra Civil.

"Provavelmente o colocaram nesse programa por pena, até nisso é capaz de terem cotas. Este negro imundo deveria ser crucificado vivo, e, logo em seguida, ter seu corpo carbonizado. Não vejo sentido em colocarem um macaco imitador de circo na televisão. O lugar desse preto fedido é trabalhando no sol quente numa lavoura e levando chicotada do nosso amigo Capataz Sancto", continua o autor na postagem.

O mesmo blog chamou Linn da Quebrada de "traveco" — termo pejorativo e combatido por ela inclusive dentro do programa em uma conversa com Rodrigo. A participante Natália também recebeu ataques no mesmo blog.