PUBLICIDADE
Topo

Marilyn Manson nega ter estuprado Evan Rachel Wood em videoclipe de 2007

Marilyn Manson e Evan Rachel Wood namoraram de 2007 a 2010 - Reprodução/Instagram
Marilyn Manson e Evan Rachel Wood namoraram de 2007 a 2010 Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

25/01/2022 17h56

O advogado de Marilyn Manson respondeu às alegações de Evan Rachel Wood de que a atriz foi estuprada diante das câmeras pelo cantor durante a gravação de um videoclipe em 2007. Em um comunicado enviado à imprensa, ele ainda acusou Wood de inventar "uma mentira descarada e fácil de refutar".

Desde fevereiro de 2021, Evan acusa publicamente Mason, seu ex-namorado, de abuso sexual. A revelação de que o artista teria a estuprado em frente às câmeras — no clipe de "Heart-Shaped Glasses" (2007) — foi divulgada no documentário "Phoenix Rising" (2022).

Segundo a atriz de "Westworld", na época das gravações, ela e Mason discutiram uma cena de sexo simulada para o videoclipe. No entanto, assim que as câmeras começaram a rodar, Wood afirma que o ex a penetrou de verdade. "Eu nunca concordei com isso! Era um caos completo e eu não me sentia segura, ninguém estava cuidando de mim. Eu me sentia nojenta", disse.

Howard King, advogado de Marilyn Manson, negou as alegações de Evan em uma declaração enviada à People. Ele afirmar que o cantor "não fez sexo com Evan no set" e que "ela sabe que isso é verdade". Confira o comunicado na íntegra abaixo:

"De todas as falsas alegações que Evan Rachel Wood fez sobre Brian Warner [verdadeiro nome de Marilyn Mason], sua releitura imaginativa da produção do videoclipe de 'Heart-Shaped Glasses', há 15 anos, é a mais descarada e fácil de refutar, porque havia várias testemunhas. Evan não estava apenas engajada durante os três dias de filmagem, mas também fortemente envolvida em semanas de planejamento de pré-produção e dias de edição de pós-produção do corte final. A cena de sexo simulada levou várias horas para ser filmada com várias tomadas, usando ângulos diferentes e várias pausas longas entre as configurações da câmera".