Topo

Cantor de pagode morre aos 27 anos após três paradas cardiorrespiratórias

O cantor Rony Santana morreu no dia 23 de janeiro após sofrer paradas cardíacas Imagem: Reprodução/Instagram

Weslley Neto

De Splash, em São Paulo

24/01/2022 17h03

O cantor Rony Santana, empresário e vocalista do grupo de pagode Preto de Luxo, morreu ontem aos 27 anos após sofrer três paradas cardiorrespiratórias. A informação foi confirmada pelo grupo musical em comunicado oficial.

Bruno Urso, um dos produtores que trabalham diretamente com o grupo de pagode, confirmou em contato com Splash que Rony foi atendido na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Pirajá, Salvador, local em que morreu.

Comunicado oficial do grupo de pagode Preto de Luxo Imagem: Reprodução/Instagram

Ele chegou ao hospital no último sábado (22), após se sentir mal. As paradas cardiorrespiratórias aconteceram no dia seguinte.

O grupo Preto de Luxo reforça que as paradas ocorreram pelo excesso de açúcar no sangue de Rony. Segundo o comunicado, o cantor não testou positivo para a covid-19 durante a internação.

Rony Santana era casado e deixa a mulher grávida de 5 meses. "O chá de bebê foi realizado há 9 dias", detalhou o produtor Bruno Urso.

Segundo publicação de Jorge Guerreiro, que também trabalha com a produção comercial do grupo Preto de Luxo, o velório e o sepultamento de Rony Santana foram realizados durante a tarde de hoje no cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cantor de pagode morre aos 27 anos após três paradas cardiorrespiratórias - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL