PUBLICIDADE
Topo

'Uma das melhores': imprensa internacional lamenta morte de Elza Soares

De Splash, em São Paulo

20/01/2022 20h40Atualizada em 21/01/2022 13h16

Grandes veículos fora do Brasil divulgaram a morte de Elza Soares, aos 91 anos. A informação foi anunciada por meio do perfil oficial do Instagram da cantora.

Rasgando elogios para a cantora, a imprensa internacional lamentou a morte do ícone do samba e do MPB.

A Reuters afirmou que a música da cantora pedia justiça às mulheres e lutava contra o racismo no país. A Aljazeera lembrou que Elza cantou na Olimpíada do Rio, em 2016, e que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou a solidariedade para a família dela.

O The Guardian foi direto: "Uma das melhores vozes brasileiras de todos os tempos". Já a ABC News lembrou que ela foi eleita pela BBC como a "voz brasileira do milênio" em 1999. The Washington Post e Rolling Stone também divulgaram a morte da artista.

A morte foi confirmada na tarde de hoje por meio do perfil oficial do Instagram da cantora.

"É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15h45 em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim", diz a postagem.