PUBLICIDADE
Topo

Entrevistando Shantal, jornalista percebe que sofreu violência obstétrica

Leilane Neubarth percebeu que o que sofreu em seu parto, 40 anos atrás, foi uma violência - Reprodução/GloboNews
Leilane Neubarth percebeu que o que sofreu em seu parto, 40 anos atrás, foi uma violência Imagem: Reprodução/GloboNews

De Splash, em São Paulo

14/01/2022 13h04

A jornalista Leilane Neubarth, da GloboNews, descobriu que sofreu violência obstétrica no parto de seu filho, 40 anos atrás, durante entrevista com Shantal Verdelho.

Na conversa com a influenciadora, Leilane afirmou: "Acabei de me dar conta. Eles fizeram uma manobra de Kristeller e sofri episiotomia. A gente nem pensa sobre isso".

A manobra de Kristeller é uma técnica realizada para acelerar o trabalho de parto pressionando o abdome da gestante, e a episiotomia é um corte no períneo — a região entre o ânus e a vagina — para facilitar a passagem do bebê. O procedimento pode causar hemorragias, infecções, dor durante a relação sexual e incontinência urinária ou anal.

"Por isso é importante que uma pessoa que tem projeção pública fale. Isso ajuda outras mulheres a compreender e avançar neste debate", completou a jornalista.

Shantal conta que percebeu a violência ao ver o vídeo do parto, que descreveu como um "show de horror". Ela relata: "Algumas coisas tinham me incomodado naquela hora, como a manobra de Kristeller, estava focando só em me proteger daquela pressão e daquela dor, mas a hora que a gente olhou o vídeo e falou 'Meu deus'. Doeu quando a gente assistiu".

Nas redes sociais, telespectadores se emocionaram com os relatos das duas: "Emocionada com o depoimento da Leilane Neubarth sobre violência obstétrica. Minha mãe me disse a mesma coisa sobre o nascimento do meu irmão mais velho, mais de 40 anos atrás. Sinto muito quem tenha passado por isso. Denunciem!"