Topo

'Pelo meus filhos vou até o fim', diz Medrado sobre polêmica com filho

Fernanda Medrado Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

08/01/2022 20h38Atualizada em 10/01/2022 16h22

Fernanda Medrado, ex-participante de "A Fazenda 13", se pronunciou hoje sobre a polêmica envolvendo um vizinho que teria ofendido seu filho.

Em vídeos divulgados no stories do Instagram, ela explicou como ficou sabendo do episódio. "Por volta das 18h00, eu estava no quarto, minha irmã na janela e meu filho brincando na quadra [sob supervisão da tia]. Nisso, aparece um homem na janela se direcionando ao meu filho. Eu sei que foi diretamente para ele porque tinha um menino com camiseta do Palmeiras brincando com meu filho e ele disse: 'Ô, palmeirense! Fala para o seu amigo aí falar com voz de homem, não de mariquinha'", iniciou ela.

"[Quando eu soube], fiquei louca, possessa. Eu fiquei muito brava, porque se uma pessoa faz isso com uma criança, imagina o que faz com as pessoas da rua... e isso [a homofobia] tem que acabar, de modo geral. Eu desci, mas aqui é dividido por torres, então eu não tenho acesso à torre dele. Eu chamei o guarda e pedi para que ele descesse, senão eu chamaria a polícia. Nessa, uma mulher, que é mãe também e que mora na torre desse cidadão, se ofereceu para ser testemunha porque ela disse que ouviu tudo", continuou a rapper.

Após ser chamado, o vizinho em questão, no entanto, não quis descer por espontânea vontade. "Demorou um tempão para ele descer, mas desceu. Isso na presença dos policiais. Olhei no olho dele. Desceu a esposa também, ela ficou me encarando. Algumas pessoas do condomínio disseram que ele é advogado, pra mim, não importa. Isso é problema dele, chamei a polícia porque essas pessoas não podem ficar impunes. Nisso, ele negou o que disse, porém, em determinado momento, ele se desculpou com meu filho por dizer que a voz dele era de menina", declarou Fernanda, evidenciando a contradição do tal homem.

"Enfim, fiquei lá sozinha debatendo com os dois, até porque não preciso de ninguém para me defender. Pelo meus filhos eu vou até o fim. Eu não me importo. Depois a mulher dele disse que era psicóloga, e eu com isso? Ela deveria entender o que isso pode fazer com a cabeça de alguém. Até agora meu filho está sem entender porque foi chamado de 'mariquinha'. Eu tive que sentar e conversar com ele. Eu não vou deixar pessoas passarem batidos pela minha vida, principalmente, com relação a preconceito. Meu filho é uma criança, ele não sabe de nada ainda", acrescentou.

Para finalizar, a rapper declarou que ouviu outras crianças reclamando de ofensas do tal vizinho. "Não se calem diante dessas coisas, é pelo fato de a gente deixar passar que nada muda. Pessoas como ele precisam tomar um choque", encerrou ela.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

'Pelo meus filhos vou até o fim', diz Medrado sobre polêmica com filho - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL