PUBLICIDADE
Topo

De pornografia infantil a processo: entenda a treta do 'bebê do Nirvana'

O disco "Nevermind", do Nirvana, mudou a cara do rock - Reprodução/Instagram
O disco "Nevermind", do Nirvana, mudou a cara do rock Imagem: Reprodução/Instagram

Fernanda Talarico

De Splash, em São Paulo

05/01/2022 04h00Atualizada em 05/01/2022 12h56

Spencer Elden ficou mundialmente famoso quando ainda era um bebê: ele é a adorável criança que figura a capa do álbum "Nervermind", lançado em 1991 pelo Nirvana. No entanto, recentemente, ele tem se mostrado bastante infeliz quanto ao fato de que uma imagem sua nu seja conhecida.

Tudo começou em agosto de 2021, quando Elden abriu um processo contra a banda no qual alegava que tinha sido "explorado sexualmente" quando ainda era um bebê. À época, os advogados que o representavam disseram que a capa do disco o mostrava como um "trabalhador do sexo" que almejava a nota de US$ 1.

Em resumo, eles diziam que havia pornografia infantil e afirmaram que Elden não tinha idade para consentir o uso de sua imagem da forma como foi exposta.

Spencer Elden, o bebê do 'Nevermind', posa com a capa do disco - Reprodução - Reprodução
Spencer Elden, o bebê do 'Nevermind', posa com a capa do disco
Imagem: Reprodução

De acordo com informações do "The Guardian", Spencer Elden chegou a pedir uma indenização de pelo menos US$ 150 mil (cerca de R$ 853 mil) de cada um dos 15 réus envolvidos no caso, incluindo os membros da banda que ainda estão vivos, gravadoras e distribuidoras do álbum (Universal Music e Geffen Records) e também a viúva de Kurt Cobain, Courtney Love.

Segundo a advogada de Elden, Maggie Mabie, o fato de ser usado como capa do disco para aumentar as vendas, prova que se tratava de pornografia infantil.

Isso é parte de um esquema montado para vender discos, e foi uma coisa que eles fizeram como estratégia de marketing. Então é exploração da pornografia infantil, e eles sabiam quando fizeram. É por isso que resultou em tantos álbuns vendidos.

Ainda no ano passado, em dezembro, de maneira oficial, os integrantes do Nirvana, Dave Grohl e Krist Novoselic, junto com Courtney Love, negaram a acusação de pornografia infantil e afirmam que a "suposta violação do estatuto federal de pornografia infantil" e a "suposta violação do estatuto federal de tráfico sexual de crianças" não se aplicam a esse caso. As informações são da BBC.

O baterista Dave Grohl se pronunciou sobre o assunto em entrevista ao "The Sunday Times".

Acho que há muito mais pelo que esperar e a vida é muito maior do que ficar atolado nesse tipo de coisa. E, felizmente, não preciso fazer a papelada.

Os advogados da banda argumentaram que Elden sempre se aproveitou da notoriedade que tinha por ser o "bebê do Nirvana". Foi pontuado também que ele "reencenou a fotografia em troca de dinheiro, tatuou o título do álbum no peito, apareceu em um talk show para fazer uma paródia da imagem, autografou cópias da capa do álbum à venda no eBay", além de ter usado disso "para tentar sair com mulheres".

A equipe de advogados de Elden tinha até o dia 30 de dezembro de 2021 para responder o pedido de anulação do Nirvana, mas perdeu o prazo, o que levou à rejeição do processo pela justiça da Califórnia por meio do juiz Fernando Olguin. Portanto, o processo foi encerrado.

Quem é Spencer Elden?

Nascido em 7 de fevereiro de 1991, ele tinha apenas quatro meses de idade quando seus pais receberam uma ligação do fotógrafo Kirk Weddle, perguntando se o bebê poderia fazer parte da sessão de fotos para o segundo álbum do Nirvana, banda que até então era praticamente desconhecida.

A foto demorou exatos 15 segundos para ser feita, segundo o fotógrafo, e seus pais receberam US$ 200 de cachê —cerca de R$ 1045.

"Olhando para trás, parece meio estúpido dar entrevistas sobre isso, porque eu não tinha relação alguma com a coisa toda, mas ao mesmo tempo tinha tudo a ver. É esquisito se sentir parte da glória de outra pessoa — quando você se dá conta, já está no epicentro daquilo", contou Elden em entrevista para revista "Time" em 2016.

Bastidores da sessão de fotos do 'Nevermind', do Nirvana - Kirk Weddle/Reprodução - Kirk Weddle/Reprodução
Bastidores da sessão de fotos do 'Nevermind', do Nirvana
Imagem: Kirk Weddle/Reprodução

Mesmo preferindo o The Clash ao Nirvana, ele sempre falou sobre a banda e sobre a foto durante o aniversário de 25 anos do "Nevermind".

Hoje um artista que mora na Califórnia, Elden estuda no Art Centre College of Design, em Pasadena, e vende seus quadros por preços que variam entre US$ 120 e US$ 180 em seu site oficial.

Nos últimos anos, ele chegou a estudar com o artista de rua contemporâneo Shepard Fairey, que considera um mentor.

Spencer Elden no estúdio com seus quadros, em 2016 - Reprodução - Reprodução
Spencer Elden no estúdio com seus quadros, em 2016
Imagem: Reprodução

Quer ouvir os sucessos do Nirvana no seu celular? Com Amazon Music Unlimited você tem acesso a mais de 75 milhões de músicas em HD e sem anúncios. Experimente agora por três meses grátis (oferta por tempo limitado) e depois por R$ 16,90 por mês.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo.