PUBLICIDADE
Topo

Whindersson se irrita com crítica por citar Sonza em livro: 'De saco cheio'

De Splash, em São Paulo

16/12/2021 16h59Atualizada em 17/12/2021 14h54

Whindersson Nunes se irritou com uma crítica por lembrar o relacionamento com Luísa Sonza em sua biografia, "Vivendo Como um Guerreiro". Uma pessoa apontou que o humorista teria feito o livro "para falar" da ex-mulher.

"Eu não fiz uma biografia pra falar de Luísa, isso deve ter 2 páginas, eu não falei mal dela, meu livro fala sobre minha vida inteira. Vai tomar no seu c*, tô de saco cheio", escreveu Whindersson.

Em "Vivendo Como Um Guerreiro", Whindersson revelou que "se afundou nas drogas" quando o casamento com a artista terminou, em abril de 2020.

Quando acabou com a Luísa, era o comecinho da pandemia. Estar sozinho, não sair de casa, me levou a uma viagem que não é uma boa viagem. Sem saber o que fazer, na minha cabeça, para terminar a viagem, eu tive que terminar do jeito que eu comecei. E, dessa vez, foi muito pior. Whindersson Nunes

"Eu cuidei tanto para não pensarem nada ruim, contei como ela me ajudou, até com minha autoestima, deixei bem claro que ela não tinha nada a ver com meu fundo do poço. De verdade, não me sinto seguro para falar mais nada, não quero mais essa vida pra mim", acrescentou.

Ele ainda contou que estava usando drogas sintéticas, como LSD e ecstasy: "Não havia mais intervalo entre as drogas. Eu acordava e desacordava para a vida. Eram drogas e mais drogas tentando estancar sei lá o quê. (...) Bala, LSD em doses cavalares e algumas outras".

Whindersson ressalta que Luísa não teve culpa de nada: "Eu tenho a certeza de que não foi a Luísa a culpada. E não foi por ela que eu me lancei nesse abismo. Foi por mim. Foi por um buraco dentro de mim. Foi pela ausência das certezas da minha vida", escreveu.

"A depressão tem tratamento. Eu sei disso. É que há momentos em que nos esquecemos disso (?) E eu também não queria que isso fosse um prato cheio para que as pessoas culpassem a Luísa. Não, definitivamente a culpa não foi da Luísa", pontuou o youtuber.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo.